Do Mais Goiás

Caiado diz que investigação contra postos de combustível partiu de ordem dele

Procon e Polícia Civil apuram possível prática de preços abusivos nas bombas

Fiscalização em postos de combustível (Foto: Divulgação)
Fiscalização em postos de combustível (Foto: Divulgação)

Em dois posts publicados nos Twitter nesta quinta-feira, o governador Ronaldo Caiado (DEM) disse que partiu de uma ordem dele a investigação contra postos de combustível suspeitos de praticar preços abusivos em Goiás. A investigação começou nesta semana e já há postos notificados a apresentar documentos fiscais. 

“Não vamos permitir nenhuma prática de mercado abusiva que jogue essa conta nas costas do trabalhador. Por isso determinei que fosse investigado esse aumento de preços constante”, disse Caiado. “O Procon-GO e a Delegacia do Consumidor já estiveram em ação. Alguns postos foram notificados por causa do preço e as distribuidoras serão notificadas a apresentar notas fiscais de compra e venda de combustível desde o início do ano. Quem abusar irá responder aos rigores da lei”. 

Veja os posts: