CORONAVÍRUS

Caiado diz que hospital de Águas Lindas não funciona por culpa de Bolsonaro

Governador afirma que, diferente do que foi prometido, governo federal não entregará 40 UTIs no local


Alexandre Bittencourt
Do Mais Goiás | Em: 11/05/2020 às 16:52:54

Governador Ronaldo Caiado (DEM) concede entrevista à Globonews na tarde desta segunda-feira (Foto: Reprodução)
Governador Ronaldo Caiado (DEM) concede entrevista à Globonews na tarde desta segunda-feira (Foto: Reprodução)

O governador Ronaldo Caiado (DEM) disse nesta segunda-feira, em entrevista à Globonews, que o hospital de campanha construído às pressas em Águas Lindas, município do Entorno do Distrito Federal, para tratar das vítimas do coronavírus ainda não funciona por culpa do presidente Bolsonaro.

Caiado diz que já enviou seis ofícios ao Ministério da Saúde em que solicitou a transferência do hospital para Goiás. O Ministério chegou a dizer que o governo já poderia chamar a Organização Social (OS) que administraria a unidade, mas não deu o passo seguinte – que é transferir o hospital para o Estado.

O hospital está pronto – porém inativo – desde 23 de abril.

Não tem UTIs

O governador também acusou o presidente de não construir um hospital com a estrutura que ele prometeu – 160 leitos de enfermaria e 40 UTIs. “A informação que temos é a de que serão 200 leitos de enfermaria. O governo federal não vai entregar camas de UTI e nem respiradores”, disse.