EDUCAÇÃO

Caiado destina 1.136 aparelhos celulares a estudantes da rede estadual

Aparelhos são resultado de ações da Receita Federal contra o descaminho e o contrabando e, juntos, valem R$ 1,2 milhão


Alexandre Bittencourt
Do Mais Goiás | Em: 24/09/2020 às 15:23:01

Governador Ronaldo Caiado (DEM) entrega smartphone a estudante da rede estadual (Foto: Governo de Goiás)
Governador Ronaldo Caiado (DEM) entrega smartphone a estudante da rede estadual (Foto: Governo de Goiás)

O governador Ronaldo Caiado (DEM) formalizou, nesta quinta-feira, a doação de 1.136 smartphones para alunos da rede estadual de ensino. Os aparelhos – que em valores representam cerca de R$ 1,2 milhão – são fruto do trabalho de apreensão da Receita Federal no combate ao descaminho e ao contrabando.

Os smartphones serão encaminhados aos alunos das regionais de Educação que apresentam os maiores índices de estudantes sem acesso à internet. Segundo dados do Painel de Monitoramento, são elas: Águas Lindas, Aparecida de Goiânia, Campos Belos, Luziânia, Novo Gama e Posse. A entrega dos aparelhos será em regime de empréstimo, válido enquanto tiverem vínculo com a rede pública estadual.

“Em setembro, a Receita doou R$ 2 milhões em veículos e mercadorias. Desses R$ 2 milhões, R$ 1,5 milhão especificamente para o combate à pandemia do novo coronavírus”, disse o delegado da Receita Federal em Goiás, José Aureliano Ribeiro.

No evento, Caiado afirmou que iniciativas como esta ajudarão Goiás a consolidar o primeiro lugar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), alcançado neste ano. “A revolução da educação realmente muda o perfil das pessoas. Elas passam a ser mais interativas e ajudam no social daquelas que não têm as mesmas condições”, completou o governador. “É assim que se constrói o Estado, com honestidade, transparência e com zelo ao dinheiro público”.

A parceria foi construída pela Secretaria de Indústria e Comércio com a Receita Federal e o apoio da empresa Vector Mobile. “Além de combater o contrabando, ajudando as empresas, a indústria, comércio e serviços regulares, que compram no mercado nacional, que emitem notas, geram empregos e impostos, a Receita Federal, a partir de hoje, ajuda a educação básica do Estado”, disse o titular da pasta de Indústria e Comércio, Adonídio Neto.

Sukatech

Também nesta quinta, Caiado lançou o Programa de Recondicionamento de Equipamentos Eletroeletrônicos (Sukatech), que viabilizará a recuperação de computadores e outros aparelhos para doá-los a escolas e organizações da sociedade civil.

O Sukatech, que ficará sob a responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), tem o intuito de auxiliar na formação profissional de jovens na área de tecnologia da informação, além de apoiar o descarte responsável de materiais, periféricos e equipamentos de informática da administração pública. O Estado poderá, ainda, receber doações de organizações públicas e privadas.