Do Mais Goiás

Caiado decreta luto de três dias e lamenta morte do padre Jesus Flores

Missionário redentorista morreu no sábado vítima de complicações da covid-19

Caiado decreta luto de três dias e lamenta morte do padre Jesus Flores (Foto: Divulgação)
Caiado decreta luto de três dias e lamenta morte do padre Jesus Flores (Foto: Divulgação)

O governador Ronaldo Caiado (DEM) decretou luto oficial de três dias em Goiás em função da morte do padre Jesus Flores no último sábado (11), aos 88 anos, em decorrência de complicações causadas pela covid-19. O missionário redentorista estava internado na UTI do Hospital do Coração, em Goiânia.
Jesus Flores era sacerdote há 62 anos e atuava como jornalista em rádio e TV. Além dele, outros quatro padres que convivem na casa paroquial do Santuário Basíllica de Trindade também estão com coronavírus, mas por ora apresentam apenas sintomas leves e estão em boa recuperação. Flores já havia tomado as duas doses da vacina contra covid-19.

Em nota, o governador disse que Jesus Flores foi um dos maiores comunicadores da história de Goiás e que ele se consolidou como referência nas análises das conjunturas políticas em nível local e nacional. “Era muito respeitado por suas opiniões sempre imparciais, lúcidas, equilibradas e com grande conhecimento dos temas avaliados”, afirmou o governador.

Jesus Flores nasceu em 11 de março de 1933 e se tornou padre em janeiro de 1959. Na comunicação, trabalhou na Rádio Difusora e na TV Pai Eterno.

Veja a íntegra da nota do governador sobre a morte do padre:

Em nome do Governo de Goiás, manifestamos nosso imenso pesar diante da grande perda que é a morte, na noite deste sábado (11/09), do missionário redentorista, padre Jesus Flores, aos 88 anos. Internado na UTI do Hospital do Coração, em Goiânia, infelizmente ele não resistiu às complicações da Covid-19, essa doença que continua a ceifar inúmeras preciosas vidas.

Um dos maiores comunicadores da história de Goiás, padre Jesus Flores se constituiu, ao longo de décadas, como referência nas análises das conjunturas políticas em nível local e nacional, sendo muito respeitado por suas opiniões sempre imparciais, lúcidas, equilibradas e com grande conhecimento dos temas avaliados.

Dedicou-se à missão religiosa com abnegação e grandes frutos. Em sua profícua e bela trajetória, protagonizou papel fundamental ao difundir a devoção ao Divino Pai Eterno, em Trindade, e à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Matriz de Campinas.

Como jornalista, sua caminhada confunde-se com a história da Rádio Difusora, ao se tornar, no decorrer dos anos, o principal âncora da emissora. Consolidou-se como ícone da análise e da difusão de informações que esclareciam ao público sobre os cenários de Goiás e do Brasil.

Na Rádio Difusora Pai Eterno, permaneceu como referencial, e foi um dos fundadores da Rede Católica de Rádio (RCR).

Goiás e o Brasil perdem uma potente voz em defesa da ética, dos direitos humanos e da vida.

Padre Jesus Flores sintetiza a biografia dos grandes homens que fizeram a diferença, ao propagar conceitos que foram fundamentais na luta por uma sociedade democrática, consubstanciada nos conceitos da paz, harmonia e bem-comum.

Foram 62 anos de efetivo sacerdócio alicerçado na Palavra de Deus. Rendemos nossa homenagem a um extraordinário líder, que moldou sua missão ancorada na fé e no amor ao próximo.

Eu e minha esposa Gracinha Caiado elevamos nosso pensamento a Deus para que console o coração de familiares, amigos e fiéis neste momento de grande consternação e de imensa dor.

Ronaldo Caiado
Governador de Goiás