Do Mais Goiás

Butantan receberá insumos para 10 milhões de doses da Coronavac no sábado (26)

Informação é do governador de São Paulo, João Doria

Embalagens de vacina coronavac (Foto: Governo de Goiás/Divulgação)
Segundo Bolsonaro, a empresa chinesa teria oferecido o imunizante pro US$ 5, mas o Butantan teria vendido a US$ 10 (Foto: Governo de Goiás/Divulgação)

O governo João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (23) que o estado receberá no fim de semana insumos suficientes para a produção de mais 10 milhões de doses da Coronavac.

De acordo com o governador, o governo da China já autorizou o envio de 6 mil litros de insumos de Coronavac. A previsão é que o material chegue no aeroporto de Viracopos no sábado (26).

“Está confirmado que até o dia 30 de setembro teremos as 100 milhões de doses da vacina do Butantan entregues ao Ministério da Saúde”, disse Doria.

O diretor do Butantan, Dimas Covas, afirmou que há a possibilidade de envio de 12 mil litros de insumos em julho e a mesma quantia em agosto. “Com isso, nós recuperaremos o cronograma de adiantamento que nós anunciamos. Ou seja, poderemos finalizar o contrato com o Ministério da Saúde ainda em agosto”, disse Covas.

Depois disso, o instituto passará a fornecer vacinas adicionais para o estado de São Paulo.

O governo atribuiu a atrasos de entregas do Ministério da Saúde o problema de falta de vacinas que afetou a capital paulista.

A fase de transição do Plano São Paulo foi prorrogada até o dia 15 de julho. Com isso, permanecerá permitido aos estabelecimentos o funcionamento apenas até as 21h, com lotação máxima de 40%.