HÁ CERCA DE 1 MÊS

Buraco gigante na GO-154 dificulta acesso a Goiânia

Em vídeo divulgado nas redes sociais, presidente da Goinfra garante obras para passagem provisória na via a partir de segunda-feira


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 30/04/2020 às 16:43:19

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

De Taquaral de Goiás, polo de moda íntima, a Goiânia são cerca de 90 km. O trajeto é comum para empresários e clientes. Porém, a situação ficou mais difícil após um bueiro se romper no KM 114 da GO-154, entre o município do interior e Itauçu, e um buraco se formar na pista, o que obrigou aos viajantes a realizarem um desvio de até 60 km. O incidente ocorreu há aproximadamente 30 dias. Na quarta-feira (29), o presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Pedro Sales, esteve no local e prometeu reparos já na próxima semana, mas os prejuízos já têm ocorrido.

A rotina de um empresário da cidade mudou drasticamente. Ele revela que, inicialmente, havia um desvio por uma estrada de terra, perto da divisa entre Taquaral e Itauçu, mas com as chuvas, uma ponte caiu há aproximadamente duas semanas. As opções que sobraram foram passar por Itaguari e Itaberaí, o que aumenta os citados 60 km; ou por Santa Rosa até Inhumas, cuja a distância é quase a mesma, mas estrada está pior. “Tem trechos sem asfalto e quase não há sinalização. Além disso, está com muitos buracos.”

Questionado sobre os gastos, ele, que faz a viagem Taquaral/Goiânia, em média, três vezes por semana, diz que a despesa com combustível dobrou. “Tive notícias da situação da via no último sábado e me disseram que está do mesmo jeito.”

Outro empresário, do ramo de aviamento de lingerie, confirmou as reclamações do colega de Taquaral. Ele, que faz o percurso quatro vezes por semana, disse que chegaram a tampar o buraco com terra e liberaram para veículos pequenos, mas após um carro afundar na vala, a pista foi novamente interditada. Agora, polícias ficam no trevo de Taquaral, Itaberaí e Itauçu e não permitem a viagem no sentido da erosão, a não ser para quem more no caminho, antes da pista acidentada.

(Foto: Divulgação)

Goinfra

Pedro Sales esteve no local na quarta-feira. Segundo o presidente da Goinfra, já “foi expedida imediatamente a ordem de serviço para a construção, com início na próxima segunda-feira (4 de maio), de uma passagem provisória para garantir o tráfego na via”.

O projeto de recuperação da pista, segundo ele, já ocorre na agência por meio da área técnica da pasta. Assim, a obra poderá ser licitada e recuperada de forma definitiva. “Vamos mediante o projeto que está sendo concebido licitar a execucação do reparo e recuperação do bueiro, conceber um desvio para não submeter a população ao desconforto de ficar sem a via e, tão somente, quando tudo isso realizado, retornar e fazer o serviço definitivo, que deve durar em torno de 45 dias”, afirmou Sales em rede social.

O Mais Goiás entrou em contato com a assessoria de comunicação da Goinfra para um posicionamento oficial por nota. Confira o texto completo, a seguir:

“A propósito de cratera que se abriu na GO-154, entre Taquaral e o entroncamento da GO-070, a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) esclarece que na ocasião foi feita a interdição da via nos dois sentidos, bem como a divulgação do roteiro dos desvio para os veículos.

Nesta quarta-feira (29/04), o presidente da Goinfra, Pedro Sales, esteve no local e autorizou a construção imediata de um desvio que evite volta aos motoristas, até que seja feito o projeto e a execução dos serviços na pista. A construção do desvio se inicia na próxima semana.

A Goinfra lembra também que o desvio, por onde os carros pequenos estavam passando, não foi feito e nem autorizado pela agência.

O prazo estimado pelos técnicos para a realização da obra é de 45 dias.”

*Matéria atualizada às 17h13 com a nota da Goinfra