Brothers discutem racismo no BBB 19 e Gabriela dispara: “cota não é esmola”

Ela e Rodrigo expuseram opiniões sobre embraquecimento cultural, políticas públicas e privilégios na madrugada desta sexta-feira (25)


Murillo Soares
Do Mais Goiás | Em: 25/01/2019 às 16:05:56

(Foto: Reprodução/Rede Globo)
(Foto: Reprodução/Rede Globo)

O assunto ficou sério na casa do BBB 19 durante a madrugada desta sexta-feira (25). A pauta “racismo” chegou à mesa e Gabriela e Rodrigo, vítimas deste tipo de preconceito, expuseram o que pensam sobre o assunto.

Rodrigo praticamente deu uma aula de História do Brasil aos demais confinados. “Existia uma ideologia do ’embranquecimento’ para melhorar a condição econômica-politico-social do Brasil”, disse ele. “Então, traziam pessoas europeias pra cá”, completou ele, relembrando que, nesta época, havia inclusive campanhas para isso.

“[Neste período] Nasce também a nomenclatura ‘pardo’. Ao invés de sinalizar que as pessoas são negras, as pessoas são pardas. Tanto que na minha certidão de nascimento está escrito “pardo”, disse. Gabriela afirmou que na dela lê-se o mesmo.

“Uma pessoa negra com pele clara continua sendo negra. A grande questão é que até hoje como se coloca a cultura negra, as características negras como algo ruim, negativo, você encontra pessoas com a minha tonalidade dizendo que são “morenos”, “chocolate” e aquela palavra horrorosa, “mulato””, completou.

“Ah, você tem privilégios”

Maycon acabou levando o assunto para as cotas e foi aí que Gabriela disparou: “Só te digo uma coisa, cota não é esmola”. Hana emendou o comentário citando o meme da Barbie Fascista: “Ah, você tem privilégios. Meu pai é sim empresário. Trabalhei sim com o meu pai. E eu continuei trabalhando com ele foi porque eu mereci”.