FolhaPress

Brasil x Argentina pelas Eliminatórias pode ter até 30% de público em SP

O jogo entre Brasil e Argentina está marcado para o próximo dia 5 de setembro, na Neo Química Arena

Neymar tenta passar por dois jogadores da Argentina
Neymar tenta passar por dois jogadores da Argentina. Foto: Lucas Figueiredo - CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apresentou nesta quinta-feira (19) à Federação Paulista de Futebol (FPF) e ao Governo de São Paulo um protocolo sanitário que planeja transformar o jogo entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar em evento-teste do Estado para a volta do público aos estádios, que começa de vez em novembro. A partida será no próximo dia 5, às 21h30, na Neo Química Arena.

O plano das autoridades é usar até 30% da capacidade do estádio do Corinthians para receber torcedores, como informou inicialmente o “Ge.globo”. A palavra final será do governador João Doria (PSDB), que não deu prazo para uma resposta.

Já houve duas reuniões entre CBF e autoridades públicas de São Paulo para viabilizar o projeto da retomada de torcida nos estádios mediante protocolos sanitários. Há também discussão em curso com o Governo de Pernambuco, que receberá Brasil x Peru no dia 9 de setembro e também estuda uma maneira de receber entre duas mil e cinco mil pessoas na Arena de Pernambuco.

O protocolo inclui acesso somente para torcedores totalmente vacinados ou que apresentem teste negativo de covid-19 feito até 48 horas antes, além da obrigatoriedade do uso de máscaras e higienização.

A ideia é que Brasil x Argentina e Brasil x Peru sejam projetos-piloto para a volta definitiva de torcedores aos estádios em eventos organizados pela CBF. Já existe um protocolo pronto, mas sem datas por causa da dependência de aval dos Estados e Municípios. A entidade respeitará as determinações locais. Em São Paulo, por exemplo, foi anunciado há três dias que o retorno do público será a partir de 1º de novembro.