HOMICÍDIO

Bombeiro é morto a tiros na porta de distribuidora em Itumbiara

Vítima foi atingida por seis tiros e morreu no local. Suspeito fugiu e ainda não foi identificado


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 22/04/2020 às 12:02:35

O bombeiro militar Wesley Rodrigues dos Santos, de 47 anos, foi morto a tiros na porta de uma distribuidora de bebidas em Itumbiara. (Foto: reprodução)
O bombeiro militar Wesley Rodrigues dos Santos, de 47 anos, foi morto a tiros na porta de uma distribuidora de bebidas em Itumbiara. (Foto: reprodução)

Um bombeiro militar, de 47 anos, foi morto a tiros na porta de uma distribuidora de bebidas em Itumbiara, na região Sul do Estado. O 2º sargento Wesley Rodrigues dos Santos estava de folga e bebia com um amigo no estabelecimento quando foi atingido pelos disparos. O caso ocorreu na noite desta terça-feira (21) e é investigado pela Polícia Civil (PC).

Segundo relato da corporação, a vítima estava sentada na porta do comércio, localizado no Setor Dona Marolina, quando foi surpreendida por um motociclista, que efetuou os disparos e fugiu. O bombeiro foi atingido seis disparos, na cabeça e no peito, e morreu ainda no local. O suspeito ainda não foi identificado.

À Polícia, o dono da distribuidora afirmou que estava dentro do estabelecimento e ouviu os disparos. Ao chegar na parte externa, se deparou com a vítima já caída. O homem que bebia juntamente com o bombeiro saiu correndo após os disparos, conforme relatou o proprietário do comércio à corporação. A PC tenta identificar o autor do crime.

Wesley atuava como bombeiro há 28 anos e estava lotado no batalhão de Goiatuba, embora residisse em Itumbiara. O militar já havia passado por quartéis de Caldas Novas e Itumbiara. Em nota, o Corpo de Bombeiros lamentou o ocorrido e disse que acompanha os desdobramentos da investigação. “Prestamos nossas condolências e solidariedade aos familiares. A Corporação deseja força e união neste momento de dor e saudade”, diz trecho.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em