Ton Paulo
Do Mais Goiás

Bombeiro de folga salva bebê de 20 dias engasgado em Goiás

O caso ocorreu na cidade de Goiás, no sábado, e demandou atuação rápida do sargento Dioclênio

Um bombeiro militar em seu período de folga teve que agir rápido no início da tarde do último sábado (3), na cidade de Goiás, para salvar um bebê de 20 dias de um engasgamento, após a avó da criança, que é vizinha do 3º sargento Dioclênio Camilo, de 38 anos, perceber que o neto recém-nascido não estava respirando.

O caso aconteceu por volta das 12h45 de ontem, sábado, no setor Três Palmeiras, na cidade de Goiás. Ao Mais Goiás, Dioclênio relata que estava em seu momento de descanso em casa quando a avó do pequeno Lucas, de apenas 20 dias de vida, bateu com desespero em seu portão. A mulher, que mora há cerca de 20 metros da casa do sargento, buscava ajuda ao perceber para o neto, que havia engasgado após mamar.

“Eu estava na sala, corri para o portão, já peguei a criança e verifiquei que ela já estava sem respirar”, conta o militar. Dioclênio, imediatamente começou a realizar o procedimento de desobstrução das vias aéreas, mais conhecido como manobra de Heimlich. O bombeiro conta que ainda teve que pegar um cotonete e retirar resquícios de leite talhado do nariz do bebê, que ainda o impediam de respirar.

“Se não tivesse desobstruído as vias aéreas, a criança viria a óbito, porque ela já não estava respirando”, conta o sargento. Felizmente, o procedimento foi um sucesso e após cerca de 3 minutos, o bebê já respirava normalmente. Veja o vídeo do momento do resgate no Instagram do Mais Goiás.