Cidades

Bombeiro atira e fere dois bandidos durante assalto, em Goiânia; veja vídeo

Câmeras de monitoramento mostram momento de abordagem a militar, que atirou contra ocupantes de moto; suspeitos foram presos em unidades de saúde, quando buscavam atendimento médico


Jairo Menezes

Do Mais Goiás | Em: 17/05/2018 às 14:50:21


Suspeitos foram presos pela PM e encaminhados para a Central de Flagrantes (Reprodução: PM-GO)
Suspeitos foram presos pela PM e encaminhados para a Central de Flagrantes (Reprodução: PM-GO)

Um sargento do Corpo de Bombeiros, de 38 anos, baleou dois criminosos que deram voz de assalto a ele na noite da última quarta-feira, 16, em Goiânia. O fato aconteceu no Setor Centro Oeste, nas proximidades do Estádio Antônio Accioly, após as 19h30. Jesserson Selestino de Oliveira, de 18 anos, e Antônio Manuel Machado Araújo Gomes de Melo, 21, foram presos quando procuraram atendimento médico em unidades de saúde.

O militar andava a pé, quando foi abordado por dois homens que ocupavam uma motocicleta GC Honda, de 150 cilindradas, de cor vermelha. As imagens de monitoramento de uma câmera instalada na rua D-6 mostram o instante que o funcionário público é abordado. À Polícia Civil, o bombeiro informou que um dos criminosos que estava na garupa desembarcou, quando a moto se aproximou da vítima, e anunciou o crime. “Perdeu, perdeu, perdeu, malandro!”, teria exclamado o bandido.

Quem teria dado a voz de assalto era Antônio Manuel, segundo o relato policial, que segurava o que parecia ser uma pistola de cor preta. Em seguida, o sargento saca a pistola que portava na cintura, e atira várias vezes contra os ladrões. Jeferson, que estava na moto, também atingido, corre em alta velocidade, e Antônio, também baleado, solta o objeto que estava na mão e corre em direção da moto, mas não alcança o comparsa em fuga, e mesmo assim permanece correndo.

Antônio só foi parar de correr quando chegou ao Cais de Campinas, nas proximidades. Em atendimento, os funcionários da unidade informaram à polícia que havia chegado um baleado, e quando os policiais fizeram perguntas, ele revelou ser um dos autores. Não demorou muito e no Setor Urias Magalhães, na unidade do Ciams do bairro, chegou de moto Jeferson. Ele foi preso também na unidade, e os policiais registraram o caso na Central de Flagrantes, na Cidade Jardim.

Procurado, o militar informou que não vai se pronunciar. A corporação informou não que vai se pronunciar porque o caso aconteceu enquanto o sargento estava em horário de folga, quando portava arma particular.