Atos

BolsonaroDay e AI-5 são destaques no Twitter

Apesar de ter pedido aos apoiadores que não fosse aos atos por conta do coronavírus, o presidente Bolsonaro esteve no começo das manifestações, em Brasília, nesta tarde


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 15/03/2020 às 14:32:33

(Foto: Leitor)
(Foto: Leitor)

No Twitter, entre os principais assuntos está #BolsonaroDay. A tag faz menção aos atos pró-governo e contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF), marcados para este domingo (15).

Vale destacar que, apesar de ter pedido aos apoiadores que não fosse aos atos por conta do coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) esteve no começo das manifestações, em Brasília, nesta tarde.

Mas esta não foi a única tag relacionada à paralisação. AI-5 (Ato Institucional de número 5) também esteve entre os assuntos mais comentados. Isto, porque um homem foi fotografado segurando um cartaz que pedi: “A-I 5 Já”, o que causou revolta em muitos internautas.

“Nós falhamos como sociedade, um homem negro pedir AI-5 no meio de um bando de branco de classe média é a prova do quanto precisamos do estudo de sociologia nas escolas. Esse sujeito seria um dos primeiros a ir pro pau-de-arara. É como pedir ‘direito de não ter direito’ (sic).”

Mas ele não foi o único:

AI-5

O quinto ato institucional, decretado em 1968 pelo governo militar (durante a ditadura militar), foi autorizava, por exemplo, ao presidente da República, sem apreciação judicial, a decretar o recesso do Congresso Nacional; intervir nos estados e municípios; cassar mandatos parlamentares; suspender, por dez anos, os direitos políticos de qualquer cidadão; etc. Ele foi emitido em 13 de dezembro daquele ano pelo presidente Costa e Silva.

Atos em Goiânia

Em Goiânia, os atos marcados para às 15h, na Praça Cívica, em apoio ao presidente Bolsonaro, foram cancelados pela organização, a Comissão do “Dia do Basta”, na tarde de sábado (14). A principal justificativa foi preocupação com o novo coronavírus. Apesar disso, cerca de 70 pessoas estavam no local, por volta das 14h30.

Confira a nota do cancelamento na íntegra:

NOTA À IMPRENSA E À POPULAÇÃO

Goiânia– GO, 14 de março de 2020.

A Comissão Organizadora da manifestação denominada “DIA DO BASTA”, que seria realizada em Goiânia, no dia 15/03/2019 às 15h na Praça Cívica, em apoio ao Presidente da República vem a público informar que:

Considerando os apelos feitos pelas autoridades públicas de saúde que recomendaram medidas de precaução e prevenção para evitarem a aglomerações de pessoas que facilitam a proliferação novo coronavírus (COVID-19);

Considerando que esses apelos feitos pelas autoridades públicas de saúde foram endossados pelo próprio Presidente da República, Sr. Jair Messias Bolsonaro, na noite desta quinta-feira 12 de março de 2020 em rede nacional de rádio e televisão e em transmissão ao vivo em seus perfis nas redes sociais, onde o senhor presidente sugeriu o adiamento das manifestações de domingo, a Comissão Organizadora da manifestação “DIA DO BASTA”;

Considerando finalmente que nossas manifestações são realizadas sempre com a presença das famílias goianienses de todas as faixas etárias, inclusive prezando pela integridade física dos idosos que normalmente participam das nossas manifestações;

A COMISSÃO ORGANIZADORA DO “DIA DO BASTA”, RESOLVEU ADIAR A MANIFESTAÇÃO NESTE DIA 15 DE MARÇO DE 2020 para data futura a ser definida pela comissão e pelas lideranças nacionais.

Tão logo seja definida a nova data, retomaremos o chamamento à população e a comunicação com a imprensa para informar a respeito, o que esperamos venha a ocorrer em breve, se persistir a necessidade de atos dessa natureza.

Até lá, MANTEMOS NOSSA MOBILIZAÇÃO ATRAVÉS DA INTERNET, NAS REDES SOCIAIS, expressando com firmeza nossa indignação com posicionamentos ilegítimos e imorais por parte dos congressistas e de quaisquer outros supostos representantes do povo que insistam em atentar contra o interesse público, o equilíbrio das contas públicas, os valores da família brasileira e da estabilidade do Governo Federal liderado por nosso Presidente Jair Messias Bolsonaro a quem elegemos e defendemos para que continue exercendo com firmeza seu papel de dirigir a nação.