Proibição

Bolsonaro veta campanha de diversidade do Banco do Brasil, e diretor é exonerado

Comercial era marcado pela diversidade, com atores e atrizes negros e jovens tatuados usando anéis e cabelos compridos


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 25/04/2019 às 16:42:28

Campanha do bando do Brasil foi vetada por Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Campanha do bando do Brasil foi vetada por Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro derrubou uma campanha publicitária do Banco do Brasil dirigido à população jovem e marcada pela diversidade, com atores e atrizes negros e jovens tatuados usando anéis e cabelos compridos.

A informação é do colunista Lauro Jardim. Segundo Jardim, Bolsonaro teria procurado pessoalmente pelo presidente do banco, Rubem Novaes, com quem teria se queixado do vídeo. O colunista de O Globo ainda afirma que o diretor de Comunicação e Marketing do Banco do Brasil, Delano Valentim, responsável pela campanha, perdeu a cadeira.

À coluna de Jardim, Novaes admite que Bolsonaro não gostou do resultado da peça, mas não explicou por quê. “O presidente Bolsonaro e eu concordamos que o filme deveria ser recolhido. A saída do diretor é uma decisão de consenso, inclusive com aceitação do próprio”, afirmou.