HISTÓRICO? SIM, DE CIRURGIAS

Bolsonaro tem alta hospitalar e volta ao trabalho na segunda-feira (28)

Essa foi a quinta vez em dois anos que o presidente se submete a uma cirurgia para evitar complicações na saúde


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 26/09/2020 às 17:27:50

(Foto: Reprodução Instagram)
(Foto: Reprodução Instagram)

Por volta das 13h30 deste sábado (26), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recebeu alta e deixou o Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia para a retirada de cálculo na bexiga. Após deixar a unidade de saúde, o presidente seguiu para o Palácio da Alvorada, em Brasília.

Convivendo há pelo menos cinco anos com a pedra na bexiga, Bolsonaro foi submetido ao procedimento, considerado de baixo risco, na manhã da última sexta-feira (25). A cirurgia durou cerca de uma hora e meia. É esperado que ele retorne ao trabalho, em Brasília, na segunda-feira (28).

Segundo a agenda oficial divulgada pelo Palácio do Planalto, o presidente terá uma programação movimentada.

Às 8h, se reúne com a ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves e pastores da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil no Alvorada. Às 11h, encontra seis ministros na residência oficial. À tarde, deve ir ao Planalto para se reunir com mais dois ministros, Tarcísio Freitas (Infraestrutura) e Bento Albuquerque (Minas e Energia). Em seguida, está prevista a ida de Bolsonaro ao lançamento do programa “Mineração e Desenvolvimento”.

A equipe médica que cuidou do presidente foi formada pelo cardiologista Leandro Santini Echenique, pelo urologista Leonardo Lima Borges e por Miguel Cendoroglo, diretor-superintendente do hospital.

Histórico de cirurgias

Essa foi  a quinta vez em dois anos que o presidente se submete a uma cirurgia para evitar complicações na saúde — as quatro anteriores ocorreram por causa da facada que levou durante a campanha eleitoral de 2018, em Juiz de Fora (MG). Além disso, Bolsonaro passou por uma vasectomia em janeiro.

O primeiro dos quatro procedimentos foi realizado ainda na Santa Casa de Juiz de Fora, em 6 de setembro de 2018. Depois, Bolsonaro foi transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde foi operado em 12 de setembro.

No mesmo hospital, em 28 de janeiro de 2019, foi retirada a bolsa de colostomia. A última cirurgia ocorreu há um ano, para a retirada de uma hérnia.

*Com informações do UOL