PROXIMIDADE

Bolsonaro deve fazer sua 13ª visita a Goiás no próximo sábado (29)

Ele foi convidado para participar de inauguração de usina fotovoltaica em Caldas Novas. Este é o presidente que mais visitou Goiás nos últimos 20 anos


Samuel straioto
Do Mais Goiás | Em: 26/08/2020 às 11:13:07

Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Adriano Machado/Reuters/)
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Adriano Machado/Reuters/)

O presidente da República Jair Bolsonaro (Sem Partido) pode fazer sua 13ª visita a Goiás no próximo sábado (29). Ele foi convidado para participar de inauguração de uma usina fotovoltaica em Caldas Novas, no Sudeste do estado. O governador Ronaldo Caiado (DEM), confirmou presença no evento.

Oficialmente, Bolsonaro ainda não confirmou presença, mas interlocutores do presidente revelam que ele pretende mesmo estar presente na ocasião. As visitas de Bolsonaro a Goiás têm sido constantes, algumas até imprevistas na agenda oficial.

Jair Bolsonaro (PSL) é o presidente da República que mais visitou o estado em menos tempo nos últimos 20 anos. Foram seis vindas a Goiás em 2020 e outras seis em 2019, totalizando 12.

Relembre

A última vez que Bolsonaro esteve em Goiás, foi em 27 de junho, quando fez uma visita surpresa ao Distrito de Santo Antônio do Cavalheiro, em Ipameri, região Sudeste de Goiás. A passagem dele no estado não constava na agenda oficial. Ele tinha ido a Araguari-MG e retornado num helicóptero do Exército. Na ocasião, abraçou moradores e subiu num cavalo.

Antes disso, o presidente esteve em Goiás no dia 6 de junho, ele fez visita ao Comando de Artilharia do Exército, no Forte Santa Bárbara, em Formosa. Ao lado de ministros, integrantes do governo e apoiadores, foi apresentado ao funcionamento do Programa Estratégico do Exército Astros 2020, que consiste na equipagem do Exército com armas de longo alcance entre outras capacidades bélicas.

Um dia antes, em 5 de junho, o Jair Bolsonaro participou de inauguração do Hospital de Campanha em Águas Lindas de Goiás. A unidade foi montada em parceria entre governos estadual e federal. A visita se deu em clima de reconciliação política entre Bolsonaro e o governador Ronaldo Caiado, que havia feito duras críticas à atuação do presidente no combate a covid-19 e anunciado rompimento político.

Em 30 de maio, Jair Bolsonaro esteve aqui para acompanhar o andamento da Operação Tamoio, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que visava combate à criminalidade, tendo como um dos focos a repressão ao tráfico de drogas. Na ocasião, ele chegou de helicóptero a uma lanchonete na BR-060, em Abadiânia, na região Leste do estado. No local, o presidente cumprimentou apoiadores, posou para fotos e lanchou no estabelecimento.

De Abadiânia, Bolsonaro seguiu para o Comando de Operações Especiais, no Jardim Guanabara em Goiânia. Depois foi para a Base Aérea de Anápolis e por fim para a fazenda do cantor Amado Batista.

Em 2 de maio, o presidente da República visitou um posto de gasolina às margens da BR-040, perto de Cristalina, no entorno do Distrito Federal. Na ocasião Bolsonaro cumprimentou apoiadores e ainda posou para fotos. No posto, Bolsonaro voltou a criticar medidas de isolamento social. Bolsonaro ainda visitou a 3ª Brigada de Infantaria Motorizada. O governo de Goiás não foi avisado dessa viagem do presidente ao estado.

No dia 11 de abril, Bolsonaro visitou o hospital de campanha de Águas Lindas de Goiás que ainda estava sendo montado. Ele chegou do helicóptero ao lado do então ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e de outros auxiliares. Mandetta e Bolsonaro já estavam em rota de colisão. Foi o primeiro encontro de Caiado e Bolsonaro após o governador de Goiás romper com o presidente no fim de março por ser favorável ao isolamento social. As declarações de Caiado foram feitas em 25 de março.

2019

Em 8 de novembro, presidente participou da entrega de 214 ônibus escolares, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Na ocasião, aproveitando a passagem por Goiânia, o presidente participou da inauguração do novo escritório político de Major Vitor Hugo (PSL), então líder do governo na Câmara Federal.

Em 4 de setembro, ele participou de cerimônia de recebimento da aeronave KC-390 pela Força Aérea Brasileira. Em 31 de julho participou de ato de assinatura da concessão da Ferrovia Norte Sul, no Porto Seco Centro-Oeste, no Distrito Agroindustrial de Anápolis.

No dia 26 de julho, Bolsonaro almoçou com o cantor Amado Batista, visitou o Comando de Operações Especiais do Exército em Goiânia e participou de solenidade de comemoração do 161º aniversário da PMGO e da formatura de um sobrinho, como aspirante da corporação.

Em 5 de junho, o presidente Jair Bolsonaro participou do lançamento do Programa Juntos Pelo Araguaia, encabeçado pelo Governo de Goiás. A proposta envolve os estados de Goiás e Mato Grosso e visa atuar na recomposição florestal, conservação de solo e água e promover desenvolvimento sustentável nas cidades que ficam ao longo do rio. Na ocasião, ele recebeu uma camisa do Goiás.

A primeira visita de Bolsonaro após a eleição de 2018, foi em 31 de maio, ocasião em que participou da 46ª Assembleia Geral da Convenção Nacional das Assembleias de Deus – Ministério Madureira. Antes, Bolsonaro esteve com o governador Ronaldo Caiado no Palácio das Esmeraldas.