Do Mais Goiás

Boliviano é detido ao transportar crânio humano em bagagem de mão, em SP

À polícia, o estrangeiro alegou que a ossada era do irmão mais velho já falecido, e que fazia o transporte por questões culturais

À polícia, o estrangeiro alegou que a ossada era do irmão mais velho já falecido, e que fazia o transporte por questões culturais
À polícia, o estrangeiro alegou que a ossada era do irmão mais velho já falecido, e que fazia o transporte por questões culturais (Foto: divulgação/ PC)

A Polícia Civil apreendeu um crânio humano com um boliviano dentro de um ônibus na Rodovia Castello Branco, em Itu, no interior de São Paulo. O caso aconteceu na tarde da última segunda-feira (7). O estrangeiro alegou que a ossada era do irmão mais velho e que o transporte era realizado por questões culturais.

A osso foi encontrado durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária por volta das 12h30. A Polícia Civil disse que o ônibus saiu de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e tinha como destino final a cidade de São Paulo. O crânio estava na bagagem de mão do boliviano.

O passageiro foi levado aos 4º Distrito Policial de Itu. Na delegacia, o boliviano alegou que o irmão mais velho morreu na Argentina, que o corpo foi cremado, mas, por questões culturais familiares, o crânio foi guardado.

O homem ainda disse aos policiais que o crânio também teria sido transportado para a Bolívia e que pretendia levá-lo para São Paulo, cidade onde mora.

A ossada foi apreendida e será submetida por perícia. O homem foi autuado por transporte ilegal ou recolhimento de partes do corpo humano sem saber a procedência.]

*Com informações do G1