Do Mais Goiás

Blogueira goiana pede desculpas após dizer que máscaras são inúteis contra covid

"É preciso encarar a Covid-19 sem medo. Deixem os filhos e os mais velhos em casa e vão para a rua pela pátria" publicou Sayma Duailibe. Ela também defendeu reabertura de boates

Sayma Duailibe blogueira goiana máscaras Blogueira goiana pede desculpas após dizer que máscaras são inúteis
(Foto: Reprodução)

A blogueira goiana Sayma Duailibe usou o Instagram na última quarta-feira (20) para se desculpar com seus 275 mil seguidores após fazer uma publicação contra o uso de máscaras de proteção durante a pandemia de covid-19. Anteriormente, Dualibe também defendeu a abertura de boates dizendo que “nosso corpo é capaz de produzir anticorpos”.

A influencer tinha publicado nas redes sociais que “é preciso encarar a Covid-19 de frente, sem máscaras e sem medo” e pediu para as pessoas deixarem os filhos e “os mais velhos” em casa e ir para a rua “pela bandeira e pela pátria”.

Na postagem em que a blogueira goiana disse que “não é o uso de máscaras que vai salvar as pessoas” ela também escreveu que “boates, bares e restaurantes precisam voltar a funcionar ou todo mundo vai ter que ter jatinho particular e UTI em casa para ficar vivo”.

Agora, arrependida, a goiana disse que está triste com toda tragédia provocada pela pandemia” escreveu. “Precisamos vencer o Covid-19, rápido. Peço desculpas a todos que se sentiram ofendidos, eu realmente não soube expressar meus sentimentos da maneira correta. Nós brasileiros queremos sentir toda essa alegria de volta. Precisamos sorrir novamente” publicou Sayma Duailibe.

Viagem ao Rio

Após a repercussão negativa na web, a blogueira relatou que viajou para o Rio de Janeiro para “visitar um amigo” e que “em todos os locais públicos estava de máscara, inclusive no aeroporto”.

“Antes da viagem fiz o PCR completo, com resultado negativo. A casa tem uma área grande, então não houve aglomeração como estão espalhando por ai. Nas boates onde fomos durante a noite no Rio, tinha camarotes particulares cercados de seguranças, sendo assim também respeitamos as leis da OMS (Organização Mundial da Saúde) de distanciamento social (sic)” disse Sayma Duailibe.

Covid

É bom relembrar que as opiniões de Sayma Duailibe vão na contramão do que é aconselhado pelos especialistas, que recomendam o uso de máscaras de proteção à Covid-19.

Na última quarta (20) Goiás registrou 1.846 casos de coronavírus, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES). Com os números, o total de confirmações chegou a 333.638. Existem ainda 285.035 casos suspeitos.

Foram registrados 78 óbitos no período e o total chegou a 7.185. Além disso, 216 mortes ainda são investigadas.