Telemania
Do Mais Goiás

Star Wars | Do pior ao melhor filme

No dia considerado o Dia de Star Wars (May the 4th), vamos de ranking Do Pior ao Melhor filme da franquia criada por George Lucas

(Foto: Reprodução/Lucas Film)

Dia 4 de maio é conhecido no mundo nerd como o DIA DE STAR WARS (May The 4th), e para celebrar uma das maiores e mais importantes franquias do cinema, vamos com nosso quadro “Do Pior ao Melhor” Edição: Filmes de Star Wars!

Obs: A lista está em ordem de preferência (pessoal) do autor deste post.

 

11. STAR WARS: EPISÓDIO 9 – A ASCENÇÃO SKYWALKER (1999)

Rolling Stone · Diretor de Novos Mutantes critica cena vergonhosa de beijo gay em Star Wars: A Ascensão Skywalker

Se o “Império Contra-Ataca” se mantém um exemplar perfeito de escolhas e enredo, “A Ascenção Skywalker” é o outro extremo e representa a maior vergonha alheia de toda a franquia. Um completo desrespeito para com os fãs e envolvidos na franquia. É incrível como pessoas que se dizem apaixonadas pela franquia como J. J. Abrams e Kathleen Kennedy (diretora da Lucas Film) se mostraram totalmente despreparadas e sem um plano geral para uma trilogia lá em “O Despertar da Força”. Deixando cada diretor fazer o que bem quiser, venho Rian Johnson e abriu caminhos diferentes, muitos fãs reclamaram e eis que, para agradar a todos, Kennedy chama novamente J. J. Abrams para finalizar a trilogia. O diretor atira para todos os lados, cria resoluções sem nexo e sentido, e desrespeita todo o legado de Star Wars criado inicialmente por George Lucas. Decepção total!

10. STAR WARS: EPISÓDIO 1 – A AMEAÇA FANTASMA (1999)

The 'Star Wars' timeline explained

Acredito que muita injustiça se criou com a intitulada “Nova Trilogia”, ou agora “Trilogia Prequel”, realizada por George Lucas na virada do século. Criou-se uma cultura de falar mal dos episódios I, II e III e muitos a seguem simplesmente porque a maioria o faz. Revendo tais episódios, sim, existem problemas narrativos e algumas escolhas equivocadas, mas Lucas entende de cinema pipoca e soube produzir obras visualmente incríveis e com senso de aventura apurado. Este “Episódio I” é o mais fraco de todos os três, mas não o considero uma bomba. A ideia de seguir caminhos diferentes apresentados antes, mostrando mundos novos desse vasto universo é louvável. O que mais estraga o resultado é Jar Jar Binks que é, de longe, a pior coisa já criada em todo o universo de Star Wars. A má utilização do vilão Darth Maul também é broxante. 

09. HAN SOLO – UMA HISTÓRIA STAR WARS (2018)

Solo A Star Wars Story s'offre le pire démarrage pour un Star Wars en France

Como filme solo (sem trocadilhos) de aventura, “Han Solo – Uma História Star Wars” é decente e possui alguns bons momentos. Mas como parte integrada de uma franquia importante como Star Wars, o longa soa como uma tentativa frustrante, e por vezes cafona, de justificar a origem de um personagem icônico. Um dos exemplares mais esquecíveis da franquia. 

08. STAR WARS: EPISÓDIO 2 – ATAQUE DOS CLONES (2002)

Quiz: How well do you know Star Wars: Attack of the Clones? | StarWars.com

Muitos defendem a ideia de que Star Wars é família e ninguém queria saber o que acontece no mundo político desse universo criado por Lucas. Eu discordo. Concordo quando se diz que a cerne dos longas é uma história de família, mas nessa nova trilogia é interessante conhecer o Senado, os diversos povos que compõe este jogo político que também sempre esteve presente no DNA da franquia. A trilogia prequel apenas se aprofunda em tais temas e Lucas o faz sem deixar o senso de aventura e espetáculo de lado. A parte com os vários Jedi lutando na arena é empolgante e visualmente divertida. 

07. STAR WARS: EPISÓDIO 6 – O RETORNO DE JEDI (1983)

Return of the Jedi wallpaper | 2560x1440 | 395347 | WallpaperUP

Entre todos os longas da Trilogia Original de Star Wars, este “O Retorno de Jedi” é o que menos me empolga. Claro, é o desfecho de algo grandioso, mas tem muita enrolação, cenas descartáveis e alguns personagens chatos e bobos. E depois de um filme magistral como “O Império Contra-Ataca”… superar fica difícil.

06. STAR WARS: EPISÓDIO 8 – OS ÚLTIMOS JEDI (1999)

Star Wars VIII: Os Últimos Jedi (Star Wars VIII: The Last Jedi, 2017) - Vamos Falar de Cinema!

Na época gostei da ousadia de Rian Johnson por trazer situações e abordagens novas, e diferentes, para a franquia. E continuo gostando. Mas revendo, o filme sofre com um ritmo irregular ajudado por uma trama totalmente descartável de Finn. Além de perder mais uma oportunidade de colocar Harrison Ford, Carrie Fisher e Mark Hamill juntos na mesma cena. Os momentos de luta também deixam a desejar. 

05. STAR WARS: EPISÓDIO 3 – A VINGANÇA DOS SITH (2005)

Star Wars: Episode III - Revenge of the Sith 4K Blu-ray Review | AVForums

Da Trilogia Prequel dirigida totalmente por Lucas, este episódio III é de longe o mais impactante e empolgante dos três. Com um roteiro melhor resolvido e um clima de desespero que toma conta da galáxia, temos aqui o surgimento do Império comandado por Darth Sidius (o Imperador) e seu servo mais poderoso, Darth Vader. Tudo aqui é frenético, a história não dá espaço para delongas ou momentos de enrolação. É o desfecho. É o fim do Senado. O fim da democracia e o nascimento de uma política autoritária. Eu amo este mundo político aprofundado por Lucas na trilogia. As cenas de ação são empolgantes e belíssimas de assistir – destaque para os momentos de Yoda e a luta entre Obi Wan e Anakin. A parte mais chata continua sendo o romance cansativo entre Padmé e o futuro Vader. 

04. STAR WARS: EPISÓDIO 7 – O DESPERTAR DA FORÇA (2015)

No Spoilers) A New Hope 2.0 - Uma Crítica de Star Wars: The Force Awakens - Engenharia Rádio

Concordo quando dizem que este “O Despertar da Força” é uma repetição do primeiro filme de 1977. Ao mesmo tempo em que continua a história, ele é um reboot para a nova geração. Particularmente, fiquei apaixonado pelo longa dirigido por J. J Abrams. É uma mescla perfeita do velho com o novo. A volta de personagens do coração como Leia, Chewbacca e Han Solo são maravilhosas. E os novos personagens são do mesmo modo memoráveis.

O filme tem momentos de ação espetaculares e recupera aquele clima nostálgico dos longas antigos – e que muitos reclamaram ter se perdido na Trilogia Prequel dirigida por Lucas. Abrams utiliza os efeitos especiais com equilíbrio e evita fazer tudo na tela verde, como Lucas fez nos episódios I, II e III. Então tem muita maquiagem, cenários e robôs construídos, o que ajuda bastante na identificação com este mundo vasto e original de Star Wars. 

03. STAR WARS: EPISÓDIO 4 – UMA NOVA ESPERANÇA (1977)

Star Wars: Episode IV - A New Hope 4K Blu-ray Review | AVForums

Aqui foi o começo de tudo. Ninguém imaginava que Star Wars se tornaria um sucesso mundial. Nem existia episódios aqui, e Star Wars chegou aos cinemas como esta aventura estranha cheia de seres espaciais, espadas de laser, a Força, etc. Mas o lado família, os ótimos personagens e uma trama que fala sobre repressão e lutar contra um sistema autoritário, mesclado com a famosa Jornada do Herói de Joseph Campbell, tornaram o filme um fenômeno pop. Desde então, a engrenagem não parou mais. 

02. ROGUE ONE – UMA HISTÓRIA STAR WARS (2016)

Crítica | Star Wars - Rogue One

Que maravilha de filmes! Eu fiquei emocionado, empolgado e deslumbrado com este que foi o primeiro derivado dos filmes de Star Wars. Aqui, a trama se passa entre os episódios III e IV quando o Império termina de construir a Estrela da Morte e este grupo de foras da lei – da Resistência – embarcam numa missão suicida para roubar os planos de construção da Estrela, que serviram para ajudar nossos heróis destruí-la no final de “Uma Nova Esperança” (1977). Ou seja, a tal falha boba que muitos reclamaram no longa original, dizendo que era muito fácil destruir a Estrela, ganhou motivo plausível aqui em “Rogue One”.

Aliás, a maneira como “Rogue One” se une ao episódio IV, principalmente nos últimos minutos de filme, é magistral e de deixar qualquer fã louco do coração. O roteiro nos apresenta ótimos personagens que ganham nosso carinho ao longo da narrativa para desencadear em um desfecho, em minha opinião, ousado para os padrões atuais do cinema blockbuster de Hollywood. Filmaço!!!

01. STAR WARS: EPISÓDIO 5 – O IMPÉRIO CONTRA-ATACA (1980)

Star Wars: O Império Contra-Ataca completa 40 anos! | Sapoha Geek

Depois de 40 anos, “O Império Contra-Ataca” permanece o mais épico, mais empolgante e mais emocionalmente envolvente filme de Star Wars. Além da produção soberba para a época, o longa é redondo e completo, ainda que seja a parte do meio de uma trilogia. O impacto narrativo que se alcança aqui, infelizmente, se perdeu ao longo dos anos. Uma obra-prima!