Seriado

Crítica: BRIDGERTON – 1ª temporada | Netflix

Netflix emplaca série de época com muito romance, intrigas, cenários incríveis e figurinos belíssimos. Receita perfeita para um novelão de qualidade.


Matthew Vilela
Do Mais Goiás | Em: 14/01/2021 às 11:51:30

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Com “Bridgerton” Netflix já virou o ano com um novo sucesso no bolso. A série de época criada por Chris Van Dusen e adaptada dos livros escritos por Julia Quinn ganhou o coração de muitos e comprova mais uma vez a eficácia de um novelão bem dosado e bem feito.

O seriado possui os elementos essenciais para conquistar principalmente o público feminino. Tem romance, intrigas, sexo, figurinos belos e cenários estonteantes. E para sair da mesmice dos exemplares de época do período Regente, “Bridgerton” ainda injeta modernidade com músicas contemporâneas.

Já a história é um fiapo que se estende ao longo de oito capítulos de uma hora cada e orbita ao redor de discussões sobre bailes, quem vai casar com quem, quem gosta de quem, e por aí vai – uma comprovação de que nossos tempos atuais não são tão chatos de se viver, diga-se.

Mas “Bridgerton” não foge da fórmula de novela e condensa em oito episódios o necessário para gerar interesse, chamar atenção do público para os personagens e mistura com destreza um humor irônico, e sutil, de como era viver em tal período. No mundo de fantasia do seriado, por exemplo, negros são parte da alta classe da sociedade britânica (o que não era na época), e reforça não somente o fantástico da história (em termos históricos), como é eficiente em nos convencer daquele mundo e mostrar como ser negro ou branco não faz a menor diferença – já que os conflitos da série não giram em torno de raça.

Particularmente, os primeiros capítulos demoraram a me conquistar de fato. Do meio em diante o show melhora em ritmo, apesar de continuar em discussões triviais e que se estendem, e enrolam, até o desfecho – mas como disse “Bridgerton” é uma novela, então faz parte.

Os livros de Julia Quinn são vários, portanto, material para adaptar tem aos montes. Com o sucesso desta primeira temporada a segunda já está mais do que garantida. Apesar das minhas ressalvas, confesso que ao término já estava curioso para as próximas embromações dos bailes, casamentos e fofocas desta alta sociedade. Afinal, de vez em quando um novelão – principalmente quando bem feito – não faz mal a ninguém.

Bridgerton First Season/EUA – 2020

Número de episódios: 08

Com: Jonathan Bailey, Ruby Barker, Harriet Cains, Regé-Jean Page…

Sinopse: Bridgerton apresenta o mundo sensual, luxuoso e competitivo da alta sociedade de Londres do século 19. Na época, a família Bridgerton, composta por oito irmãos, se esforça para lidar com o mercado de casamentos, os bailes suntuosos de Mayfair e os palácios aristocráticos de Park Lane.


Publicidade