Aliado do presidente

Vanderlan se opõe a Caiado e apoia medidas econômicas de Bolsonaro

Senador é a favor de maior flexibilidade na quarentena e prega isolamento apenas para grupos de riscos


Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 30/03/2020 às 17:46:37

Vanderlan sugere contrapartidas para concessão de recursos. (Foto: Divulgação)
Vanderlan sugere contrapartidas para concessão de recursos. (Foto: Divulgação)

Em um lance que pode ser lido com vistas a 2022, o senador Vanderlan Cardoso (PSD) se posicionou ao lado presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e contra o governador Ronaldo Caiado (DEM): o pessedista é a favor de flexibilizar as medidas adotadas pelos governadores da maioria dos Estados brasileiros para conter a disseminação do coronavírus.

Durante uma live no Instagram, na noite deste domingo (29), o congressista afirmou que Caiado quis humilhar Bolsonaro durante coletiva que concedeu na semana passada, no Palácio das Esmeraldas. Vanderlan argumentou que Goiás não ganha nada com a briga do governador com o presidente e que os goianos não aprovam a maneira como foi feito o rompimento. “Não apoio esse rompimento da forma que foi feita. Bolsonaro é muito bem vindo aqui e eu pedi ao presidente para não abandonar Goiás.”

Para o senador – que tem parte do eleitorado entre fieis evangélicos, e é dono de empresas em Goiás – é preciso ter equilíbrio para evitar que as pessoas fiquem desempregadas. “Tem empresas que não tem tanta saúde financeira e já tiveram de demitir de imediato seus funcionários. Temos as áreas essenciais, que não podem parar. Quem pode ficar em casa é ótimo, mas temos atividades que não podem parar”, defendeu Vanderlan, que está afinado com Bolsonaro.


Publicidade