Poder em Jogo
Tainá Borela
Do Mais Goiás

Talles Barreto diminui o tom e ensaia aproximação com governo Caiado

O deputado tucano mudou sua postura de críticas ao governo nos últimos meses

Talles Barreto afirma que PL foi removido das pautas para dar lugar a projetos polêmicos

A mudança de postura do deputado estadual Talles Barreto (PSDB) na Assembleia Legislativa tem chamado atenção de outros membros da oposição ao governo de Ronaldo Caiado (DEM) na Casa. Em conversa com a coluna, um parlamentar oposicionista argumentou que Talles refutou, por exemplo, fazer o tradicional discurso da oposição na abertura dos trabalhos da 19º legislatura deixando a vaga para o moderado Francisco Oliveira (PSDB). Em seus últimos discursos, durante as sessões plenárias, o tucano diminuiu o tom de críticas ao governo e chegou a elogiar Caiado quanto à postura para aquisição de novas vacinas contra a Covid-19, em Goiás. Agora no PSDB, Talles já esteve lado a lado de democrata, no início de sua carreira política, quando foi filiado ao antigo PFL. No ano passado, mesmo como líder do PSDB na Assembleia, o deputado votou matérias importantes para o governo como a adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

Enterrada

Outro representante da oposição em Goiás, o líder do MDB na Assembleia Legislativa, deputado Henrique Arantes (MDB), também chamou a atenção ao retirar seu nome das assinaturas para a instalação da CPI das Interferências durante a sessão plenária desta quinta-feira. A CPI foiarquivada por falta de quórum na Casa.

Oposição?

O deputado estadual Zé Carapô (DC) também não assinou o pedido para instalação da CPI das Interferências, mas tem feito críticas incisivas ao governo estadual no plenário durante as sessões ordinárias.

Aniversário

No dia 25 de fevereiro de 2020 foi detectado o primeiro caso de coronavírus no Brasil.

 Pior momento

Miguel Nicolelis, um dos dos maiores cientistas brasileiros, escreveu em uma rede social, na última quarta-feira: “Neste momento, o Brasil é o maior laboratório a céu aberto onde se pode observar a dinâmica natural do coronavírus sem qualquer medida eficaz de contenção. Todo o mundo vai testemunhar a devastação épica que o SARS-CoV-2 pode causar quando nada é feito de verdade para contê-lo.”

Bonito só na teoria

Em nota enviada à Prefeitura de Goiânia, a CMTC disse que concorda com o novo decreto, mas argumentou que é impossível transportar só passageiros sentados dentro dos ônibus em horário de pico.