SEGURANÇA PÚBLICA

Rodney Miranda afirma em mensagem no WhatsApp que “verdade prevaleceu”

Polícia Civil encerrou as investigações e não encontrou ilegalidades na conduta do Secretário


Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 26/06/2020 às 18:02:15

Secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda. Foto: Esther Teles
Secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda. Foto: Esther Teles

Após ser inocentado das investigações realizadas pela Polícia Civil (PC), o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, enviou, na manhã desta sexta-feira (26), uma mensagem à sua lista de contatos do Whatsapp em que afirma que a “verdade prevaleceu” e que o inquérito da Polícia Civil comprovou que “não existe nenhum indício de ações ilegais” praticadas por ele.

A mensagem acompanha um vídeo que traz a edição de matérias de jornais que noticiaram o resultado do inquérito apresentado pela Polícia e pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) durante coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (25), no Palácio das Esmeraldas. O vídeo mostra também a apresentação feita pelo Delegado-Geral da Polícia Civil, Odair José, em que ele mostra que a conclusão da investigação é que as acusações do primo do governador, Jorge Caiado, contra Miranda não tinha “elementos robustos sobre os crimes citados”.

Rodney foi acusado por Jorge Caiado, em um áudio do WhatsApp, de aplicar escutas ilegais, bem como de desviar R$ 1 milhão de verba do Corpo de Bombeiros. A apuração da PC entretanto, não encontrou ilegalidades na conduta do secretário. Mas ainda existe outra investigação em curso sobre o caso no Ministério Público de Goiás (MP-GO).

Tópicos

    Publicidade