SUPLENTE

PSDB aumenta cadeiras na Assembleia com Francisco de Oliveira, mas oposição não deve ser fortalecida

Tucano vai substituir Diego Sorgatto, eleito em Luziânia, mas fará uma "oposição moderada" ao governador Ronaldo Caiado


Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 25/11/2020 às 18:11:52

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Foi pequena a mudança no quadro da Assembleia Legislativa nessas eleições municipais. Dos 13 parlamentares que concorriam a uma cadeira no Executivo, apenas o deputado Diego Sorgatto (DEM) foi eleito no município de Luziânia no último dia 15. Em seu lugar, entrará, a partir do dia 1º de janeiro, o suplente Francisco de Oliveira (PSDB). Chiquinho, como é conhecido entre os colegas, já foi deputado durante a 18ª Legislatura, entre 2014 e 2018.

O tucano vai compor a oposição ao governador Ronaldo Caiado (DEM) na Casa. Mas será uma “oposição moderada” de acordo com pessoas próximas ao deputado. Isso porque Francisco tem uma boa relação com o governador e com a sua família bem antes de se filiar ao PSDB goiano. Apesar de ter participado dos últimos governos do ex-governador Marconi Perillo e ter feito uma defesa ferrenha do tucano na sua última passagem pela Assembleia, Chiquinho não deve fazer ataques efusivos ao democrata.

Com a chegada de Francisco de Oliveira, o PSDB passará a ter a maior bancada no legislativo goiano, com seis representantes, seguido pelo DEM, que contará com quatro parlamentares.

Ainda é cedo para saber quantos deputados Caiado terá em sua base a partir do próximo ano. Tudo vai depender das conversas com descontentes após as eleições municipais. E ainda é esperada a definição do segundo turno em Anápolis, entre o deputado estadual Antônio Gomide (PT) e o atual prefeito Roberto Naves (PP).


Publicidade