SALÁRIO DE SERVIDORES

Goiânia: Prefeitura prevê dificuldades para pagar funcionalismo

Secretário de Finanças, Alessandro Melo, afirma que situação pode se agravar a partir de julho


Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 05/05/2020 às 16:19:54


Com a aprovação do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus (PLP 39/20) pelo Congresso Nacional, a prefeitura de Goiânia vai receber o total de R$ 178 milhões do governo federal. Mas, de acordo com o secretário de Finanças do município, Alessandro Melo, mesmo assim o Executivo deve enfrentar problemas para pagar o funcionalismo a partir de junho.

Segundo Alessandro, a prefeitura deixou de arrecadar R$ 85 milhões no mês de abril e os próximos meses devem seguir a mesma tendência de acordo com as projeções da Secretaria. “O dinheiro do governo federal será destinado, em sua maioria, para o pagamento de servidores nos próximos meses. E, mesmo assim, corremos o risco de termos problemas a partir do mês de julho para pagar a folha,” afirmou.

Em conversa com o blog, o secretário explicou que apesar de a ajuda diminuir o déficit nas contas, o saldo continuará negativo. “Em abril tivemos uma queda de arrecadação no valor de R$ 85 milhões. A verba do governo federal virá em quatro parcelas, cada uma no valor de R$ 42 milhões. Se o resultado de abril se repetir em maio, nós ainda teremos um déficit de R$ 43 milhões nas contas do município.”

Sem perspectiva de melhora, o secretário acredita que os números dos próximos meses devem ser ainda piores. “Estamos vivendo um momento de incerteza muito grande, então é difícil prevermos o que vai ocorrer no mês que vem. No cenário atual, nós só conseguimos suportar até o mês de junho. A partir do mês de julho, já teríamos dificuldades extremas de conseguir cumprir com o básico que é a folha dos servidores.”

Alessandro afirmou que a prefeitura trabalha para pagar em dia até o final do ano, mas que com a queda brusca de arrecadação e sem cortes nas despesas, o situação poderá ficar pior que o atual.

Tópicos

    Publicidade