Prefeitos recuam e obedecem decretos de isolamento emitidos por Caiado

Renato de Castro, de Goianésia, suspendeu decreto municipal em que liberava abertura do comércio


Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 06/04/2020 às 15:19:46

Novo decreto será editado e passa a valer a partir desta terça (30)(Foto: reprodução/Facebook)
Novo decreto será editado e passa a valer a partir desta terça (30)(Foto: reprodução/Facebook)

Depois do recuo do prefeito de Iporá, Naiçotan Leite (PSDB), em desobedecer os decretos do governo ser gravado em vídeo, em que ele aparece ao lado do secretário de governo, Ernesto Roller, o prefeito de Goianésia, Renato de Castro (MDB), também voltou atrás em seu decreto municipal em que ele liberava a reabertura do comércio na cidade a partir desta segunda-feira (6).

Renato conversou com o governador Ronaldo Caiado (DEM) pelo telefone, na sexta-feira, e resolveu recuar. Mesmo sendo da base do governador, o emedebista foi na contramão das decisões estaduais que estabelecem o isolamento social e o fechamento do comércio como medidas de prevenção ao Covid-19. Goianésia já apresenta quatro casos de contaminação por coronavírus.

Demostrando que está afinado com o governo nas medidas de prevenção, o prefeito baixou outro decreto em que determina que todos os cidadãos são obrigados a usar máscara na rua.

Tópicos

    Publicidade