ELEIÇÃO | APARECIDA

MPE manifesta pelo indeferimento de cinco partidos da coligação de Márcia Caldas

Promotora avaliou que PP, PSD, PMN, PV e Avante são partidos dissidentes da coligação Aparecida Com Certeza, encabeçada por Gustavo Mendanha


Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 21/10/2020 às 16:20:24

Márcia Caldas (Foto: Divulgação)
Márcia Caldas (Foto: Divulgação)

A promotora eleitoral Valéria Magalhães, do Ministério Público Eleitoral de Goiás, apresentou, na noite desta terça-feira (21), uma manifestação pedindo o indeferimento do registro de cinco partidos que compõem a coligação Aparecida Pode Mais. No documento, o MPE exclui da coligação o PSD, PP, PMN, PV e Avante, partido da candidata Márcia Caldas.

De acordo com a promotora, os cinco partidos foram registrados, após as convenções partidárias, na coligação Aparecida Com Certeza, do prefeito e candidato à reeleição na cidade, Gustavo Mendanha (MDB), sendo assim dissidentes, não podendo integrar duas coligações. “Averiguou-se, desta maneira, a instalação de dissidência partidária entre os partidos

Progressistas (PP); Mobilização Nacional (PMN); Partido Verde (PV), Partido Social Democrático (PSD) e Avante, uma vez que referidos partidos integram, de maneira concomitante, as duas coligações, as quais são adversárias no mesmo pleito eleitoral”, analisou no documento.

A manifestação do MPE já está na Justiça Eleitoral e será analisada pela juíza Vanessa Estrela, da 145º Zona Eleitoral de Aparecida de Goiânia. Se a juíza acatar, Márcia terá sua candidatura indeferida, restando assim apenas a candidatura de Gustavo Mendanha e do candidato pelo PSOL, Bruno Felipe. A candidata do Avante poderá ainda recorrer na Justiça Eleitoral.

Lançamento

Márcia Caldas foi lançada com candidata em Aparecida de Goiânia na tarde desta terça-feira (20) em um evento que contou com a presença do governador Ronaldo Caiado (DEM) e da primeira-dama Gracinha Caiado. Caldas foi escolhida como a candidata do governo na cidade para disputar contra Gustavo Mendanha após desistência de Veter Martins de concorrer com o atual prefeito.


Publicidade