ajuda

Mandetta ajudou a finalizar o decreto de Caiado que traz novas medidas de combate ao coronavírus

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e seu braço direito, João Gabbardo, passaram o final de semana no Palácio das Esmeraldas, onde discutiram e ajudaram Caiado com a finalização do documento


Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 21/04/2020 às 08:49:35

Caiado ao lado de Mandetta em atividade em Anápolis. (Foto: Governo de Goiás)
Caiado ao lado de Mandetta em atividade em Anápolis. (Foto: Governo de Goiás)

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, e seu braço direito durante sua gestão no Ministério, João Gabbardo, ajudaram o governador Ronaldo Caiado (DEM) a finalizar e adequar os pontos do decreto com novas ações de combate ao coronavírus publicado pelo Governo de Goiás, na noite de domingo.

Mandetta e Gabbardo passaram o final de semana na casa do governador, o Palácio das Esmeraldas, em Goiânia. Os três discutiram os pontos do novo decreto que flexibiliza a abertura de algumas atividade econômicas, como foi publicado ontem pelo Mais Goiás. É a segunda vez que Mandetta se hospeda no Palácio em menos de um mês. As novas decisões de Caiado foram tomadas após estudos feitos por especialistas da Universidade Federal de Goiás (UFG), do Instituto Mauro Borges e especialistas da área que atuam no governo estadual.

Goiás foi o primeiro Estado a adotar o isolamento social e apresenta atualmente a menor curva de incidência da Covid-19 no Brasil. O trabalho, que foi focado em planejamento e ciência, possibilitou as novas ações do governo estadual. Mesmo com o afrouxamento do isolamento social, o governador foi enfático ao dizer que, caso os números de contaminação pelo coronavírus comecem a crescer muito, o isolamento voltará a ser total no Estado.


Publicidade