Poder em Jogo
Tainá Borela
Do Mais Goiás

Governo de Goiás, prefeituras e entidades concordaram com lockdown na Grande Goiânia

Foi unânime o apoio a medidas mais restritivas durante reunião no Paço Municipal

Prefeito Rogério Cruz e governador Ronaldo Caiado (Foto: Prefeitura de Goiânia)

Durante a reunião que o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos) e o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), convocaram para a tarde desta sexta-feira (26), para apresentar as medidas mais restritivas de combate à Covid-19 que serão adotadas na Grande Goiânia nos próximos dias, o governador Ronaldo Caiado (DEM), os prefeitos da região metropolitana e lideranças empresariais elogiaram a decisão.  Foi unânime na reunião, realizada no Paço Municipal, o apoio ao fechamento das atividades econômicas durante sete dias a partir da data de publicação do decreto, que deve sair ainda neste sábado. Diante do aumento dos casos da doença nos últimos dias, os prefeitos tiveram que tomar uma decisão mais dura para que a Saúde de Goiânia, de Aparecida e demais cidades não entre em colapso. A maior preocupação do governo de Goiás e das Prefeituras das duas maiores cidades do Estado é não ter leitos de UTI para atender os casos mais graves da doença. O quadro preocupou até mesmo as entidades comerciais, que são as mais relutantes em concordar com um fechamento geral das atividades comerciais.

União
“Queria cumprimenta-los por essa iniciativa de unir os prefeitos da Região Metropolitana para preservar vidas. Vai transmitir um sentimento muito forte para toda sociedade”, defendeu o deputado federal João Campos.

Bom senso 

Presidente da Fecomércio, Marcelo Baiochi disse que, diante dos dados apresentados, restringir as atividades econômicas é o caminho mais sensato. “Bom senso é o que estamos vendo aqui”, afirmou o dirigente classista não reunião no Paço Municipal.

Reforço
Durante a posse do novo desembargador do Tribunal de Justiça, Maurício Porfírio, o procurador-geral de Justiça, Aylton Vechi, aproveitou o discurso para refazer o alerta sobre o momento da pandemia. Citou que passamos de 8 mil mortos em Goiás.

Medo
A posse de Porfírio teve muito menos presença de plateia e convidados do que os tradicionais eventos de posse do Tribunal.

Descontraído
O novo membro da corte do TJ afirmou, antes de iniciar seu discursou, que fez curso de oratória com Fidel Castro e pós com Hugo Chávez. Mas não se prolongou e discursou em apenas 20 minutos.

Emergência
Preocupado com a situação de colapso que a Saúde de Aparecida de Goiânia pode chegar com o número de casos de Covid-19, o prefeito Gustavo Mendanha saiu às pressas do evento da posse para se reunir com Rogério Cruz. No encontro, acertaram, juntamente com seus secretários de Saúde, lockdown nas duas cidades por, pelo menos, sete dias.

Tensão
A coluna da jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo trouxe, na sua edição desta sexta-feira, a informação de que Goiânia é uma das 17 capitais do país com UTI´s lotadas. Na tarde de ontem, 94,4% dos leitos estavam ocupados na capital.

Pico
A realização de testes rápidos para a Covid-19 feita pela Prefeitura de Goiânia na região da 44, na manhã desta sexta-feira, registrou o maior índice de infectados desde o início das testagens nancapital. Dos 1.584 testes realizados, 284 feram positivos para a Sars-CoV–2.