Caiado chama Sandro Mabel de “mercenário, canalha e desumano”

Presidente da Fieg emitiu nota afirmando que receber repatriados da China é um desastre para Goiás


Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 07/02/2020 às 14:10:28

Caiado chama Sandro Mabel de
Caiado chama Sandro Mabel de "mercenário, canalha e desumano"

O governador Ronaldo Caiado (DEM) e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG), Sandro Mabel, protagonizaram no início da tarde desta sexta-feira (7) uma discussão sobre Goiás receber os repatriados da China na Base Aérea de Anápolis.

Mabel emitiu uma nota contrária à decisão do governador em abrigar em Goiás os brasileiros que serão resgatados da China, origem do surto de Coronavírus. Mabel argumenta que a população goiana não suportaria outro trauma como o que ocorreu com o Césio 137.

O empresário argumenta que existem outros lugares no Brasil que podem receber os 37 brasileiros resgatados. O presidente da FIEG afirma e que é um “desastre para Goiás” do ponto de vista econômico. “É um desastre para o Estado. Podemos sofrer segregação do que é produzido em Goiás, afetando a exportação de industrializados e carne,” defendeu.

Ao receber a notícia da nota de Mabel, Caiado estava vistoriando a Base Aérea de Anápolis juntamente com o Ministro da Saúde. Em seu twitter, o governador afirmou que a nota do presidente é monstruosa. “Chocou nosso Estado de Goiás a posição desse canalha, mercenário e desumano.”

Vale lembrar que Mabel e Caiado estão em rota de colisão desde o ano passado devido à política estadual de revisão de incentivos fiscais e de cobrança de contrapartida das grandes empresas beneficiadas.

Aguardem atualização.


Publicidade