Mães, muito mais que uma utilidade doméstica

Mães não são as únicas responsáveis pelo lar e por isso não deveriam receber em seu dia presentes que são para a casa e não para elas.


Nycolle Soares
Do Mais Goiás | Em: 14/05/2017 às 12:08:23


É engraçado observar que no dia das mães as ofertas de presentes que inundam os jornais, televisão e internet, invariavelmente apresentam itens de utilidade doméstica.Muitos dirão, elas gostam!A pergunta que me faço é, será ?
Obviamente, existem mães que adoram esses itens pois amam lavar, cozinhar, passar e todas demais atividades que demandam o uso desses equipamentos.
O que incomoda é perceber que por trás de muitos desses presentes ainda existe aquela ideia de que as mães são as únicas responsáveis pelo bom andamento do lar.
Pais e filhos não cozinham, não lavam roupa, não passam aspirador de pó na casa? Se não fazem, deveriam.
É como se a crença de que somos todos hospedes em lares em que uma única pessoa deve ser responsabilizada pela organização, limpeza e conservação ainda esteja arraigada demais em nós.
E ainda que elas gostem, seria justo presentear uma pessoa com itens que na verdade são se uso coletivo?
Parece uma enorme bobagem, mas basta uma conversa rápida com algumas mães para perceber como o fato de não serem encaradas como indivíduos e não apenas como alguém que desempenha funções pode gerar tristeza e magoa.
Isso passa também pelo fato de que é muito mais fácil saber as especificações técnicas de um equipamento do que pensar no que agradaria aquela mãe. Qual a cor preferida, qual perfume lhe agrada, um livro que ela gostaria de ler, a roupa que ela esta precisando e tudo isso implica em saber sobre ela, ouvir  e compartilhar os seus anseios.
O que é certo é que de fato mães são seres absolutamente indefiníveis, que precisam e merecem ser ouvidas e compreendidas.
Por isso vamos ouvi-las mais pra que nas próximas oportunidades consigamos dar a elas presentes que lhes agradem e não objetos que simplesmente supram necessidades domésticas.
Tópicos

    Publicidade