Livros salvam

Sou uma sobrevivente salva por um livro, que faz do testemunho honesto sobre esse resgate, um discurso de amor e gratidão por cada página lida.


Nycolle Soares
Do Mais Goiás | Em: 06/02/2018 às 17:28:07


  1. Hoje depois de um bom tempo escrevendo para o Mais Goiás, tentando utilizar uma linguagem que trouxesse para o assunto abordado um certo tipo de análise o que exige um afastamento das paixões particulares, decidi escrever como Eu por amor ao tema.

Falarei dos livros. Por isso não serei capaz apenas de analisar e me deixar fora do assunto. Sigo a vida com a repetição insistente de que é impossível medir o bem que um livro pode fazer na vida de quem o lê. Imagine então vários livros.

Digo sem medo de exagerar que hoje não sou a pessoa que eu deveria ser, a pessoa que eu era conseguiu encontrar caminhos, buscou aprendizados e optou por encarar a vida de um modo diferente sob o efeito (benéfico) de todos os livros que li.

Eles já me salvaram do medo e da indecisão, me mostraram caminhos, me consolaram ao revelar que não sou a única a carregar tantos sentimentos que as vezes são bênçãos e em outros momento são fardos. Os livros foram meus melhores amigos e as vezes grandes algozes, quando tocaram em minhas feridas sem que eu, humana que sou, pudesse esbravejar e lhes dizer que tudo o que diziam eram apenas palavras para me magoar.

O livro é uma doação sem precedente. O autor não entrega apenas um amontoado de palavras, ele se desnuda ali. Compartilha os tombos, os medos, mostra os seus defeitos, deixa seu tempo de vida depositado em cada página, e ainda que se pense que o pagamento em dinheiro é capaz de recompensar tamanha doação, eu não acredito nisso.

Prefiro pensar que a recompensa do autor é sentir que a sua obra foi capaz de tocar de fato quem leu. É o sentimento de satisfação em saber que ao optar por dividir o conhecimento muitos passaram a ver a vida com outros olhos.

Os livros nos fazem maiores do que jamais poderíamos pensar em ser. Nos dão horizontes inesperados, nos colocam diante das nossas verdades e nos oferecem a imensidão do mundo. Ao mesmo tempo nos colocam em uma posição de respeito já que uma vida inteira não seria suficiente para lermos tudo que há no mundo, por isso apesar do muito que possamos conseguir ler, todo tanto ainda será pouco.

Fui resgatada do desânimo e da indiferença por um livro. Fui salva do senso comum e dos preconceitos por algumas obras. Fui forjada em coragem por alguns versos. Fui transportada de um caminho errado para uma jornada certeira por algumas páginas. Sou todos os dias motivada a ser melhor na esperança de vencer incessantemente, algumas linhas.

Se você em alguns momentos se sente perdido ou não sabe bem o que sentir a respeito disso, leia. Busque o consolo daqueles que não julgam ninguém e acolhem a todos. Precisamos entender que o conhecimento não está nos lugares mais difíceis, ele está em todos os livros que deixamos de ler, talvez por preguiça ou por medo de descobrir que a realidade pode ser diferente.

Hoje, sou uma apaixonada pelos livros. Por tudo que fizeram por mim e de mim. Sou fascinada pela possibilidade de receber de modo tão fácil o conhecimento que muitos levaram uma vida inteira pra obter. Ontem, hoje e amanhã devo a eles tudo o que fui, que sou e o que serei, pois nesse caminhos da vida conto com o auxílio de cada página, para acertar em cada destino.

Experimente também, você não vai se arrepender.

Tópicos

    Publicidade