ELEIÇÃO | JATAÍ

Zé Carapô é o pré-candidato da base de Caiado, em Jataí

Deputado estadual critica atual prefeito e diz que população não é contemplada


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 01/09/2020 às 18:22:10

Deputado Zé Carapô (Foto: Denise Xavier | Alego)
Deputado Zé Carapô (Foto: Denise Xavier | Alego)

O deputado estadual e vice-líder do governo Caiado na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Zé Carapô (DC), oficializou sua pré-candidatura à prefeitura de Jataí na última sexta-feira (27), virtualmente, via redes sociais. O parlamentar diz que será o nome de Caiado no município. “Eu sou o candidato da base, o candidato oficial do governador em Jataí.”

Questionado sobre as razões de disputar a eleição, Carapô afirma que, por meio de pesquisas, percebeu que “a grande maioria da população” não estava sendo contemplada pelas candidaturas já colocadas. “Eu sou apaixonado por Jataí, e não vou me omitir neste momento que é tão delicado para cidade. Como deputado posso fazer, e tenho feito muito pela região, sobretudo, Jataí, que pede socorro.”

Carapô não revela nomes, mas afirma que tem dialogado com outros pré-candidatos em busca de uma convergência em prol da cidade. O deputado, contudo, tem críticas ao atual gestor, Vinícius Luz (Progressistas). “Ele não consegue explicar a reforma da casa paga por fornecedores da prefeitura. Eu sou o candidato oficial do governador em Jataí”, reforça.

Articulação

Vale lembrar, o parlamentar já realizava reuniões há alguns meses com lideranças no município para fortalecer seu nome e elaborar um projeta para a cidade. “Minha querida cidade precisa de mim e não vou virar as costas para meu povo”, disse o deputado à época, ao Mais Goiás. Carapô deve ter como adversários o ex-prefeito Humberto Machado (MDB) e o atual gestor, Vinícius Luz.

Caso Zé Carapô vença a corrida eleitoral, o suplente dele, Zé Essado (DC), assume como deputado estadual.

Vinícius Luz

A reforma da casa do prefeito de Jataí, Vinícius Luz, – citada por Carapô – foi alvo de denúncia no Ministério Público. Naquele momento, o gestor divulgou um vídeo para se defender das acusações.

Segundo ele, a denúncia foi uma ação baixa de poucos opositores, “tentando inventar fake news para fazer politicagem”. Além disso, ele afirmou que o grupo que fez a denúncia coagiu fornecedores para que eles pudessem fazer ligações caluniosas da casa dele com a prefeitura.

Caso o prefeito Vinícius queira acrescentar ao que disse à época, o Mais Goiás mantém o espaço aberto.


Publicidade