Eleições

Waldir não combina com partidos

Delegado Waldir é vítima do jogo partidário. Pode consolidar sua eleição por isso.


mgadmin
Do Mais Goiás | Em: 02/08/2016 às 08:03:39


Delegado Waldir não tem compromisso com o jogo partidária. Aparentemente, está sendo engolido por esse jogo. Sem dúvida, é vítima desse jogo. E este será o caminho para a sua vitória ou derrota em Goiânia.

É verdade que o PSDB o abandonou? Meia verdade. Waldir entrou no jogo tucano no final do ano passado e acabou rifado, pouco a pouco. Foi ruim para Waldir, que ficou sem uma estrutura partidária forte por trás. Pior para o PSDB que perdeu a chance de ter uma candidatura viável.

De casa nova, no PR, Waldir se consolidou como candidato e viu o seu principal adversário sair da disputa. Como novo líder, virou vitrine. E é natural que o jogo político se vire contra ele.

O principal golpe foi dado com o apoio do PMB, partido pra lá de nanico, a Vanderlan Cardoso. A consequência é que tiraram Zacharias Calil, médico conhecido na cidade, da vice, já que ele é filiado ao PMB.

Como já escrevemos aqui antes, não muda muita coisa. Zacharias, provavelmente, vai continuar apoiando Waldir. E não precisa de partido para isso. Muito provavelmente, vai ser o secretário de Saúde, em caso de eleição do Delegado, que passa a enfrentar uma fila de partidos e políticos querendo ocupar a sua vice.

Waldir não combina com o jogo partidário. É hora de saber quem vai ser mais forte. Um candidato, que tem apoio popular. Ou o jogo, que costuma comandar a opinião do povo. O tempo dirá quem teve mais habilidade para se import.


Publicidade