ELEIÇÕES | MORRINHOS

Troncoso diz que ainda não definiu que candidato apoiar: “Antecipação não é bom”

Tércio Menezes, o vice, e o André Luiz, secretário de Saúde, são companheiros do prefeito desde o começo do mandato, há oito anos


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 22/07/2020 às 19:20:25

Tércio Menezes, Rogério Troncoso e André Luiz (Fotos: Reprodução)
Tércio Menezes, Rogério Troncoso e André Luiz (Fotos: Reprodução)

A situação do pré-candidato do prefeito de Morrinhos, Rogério Troncoso (PSD), segue indefinida. O gestor reforça que os dois nomes que disputam a sua bênção, o vice Tércio Menezes (PSD) e o secretário de Saúde André Luiz (MDB), são companheiros de oito anos, desde o início do mandato, o que dificulta a escolha. “Antecipação não é bom, ao meu ver”, relata ao ser perguntado sobre a indefinição.

“Todos dois são muito bons, estão comigo há oito anos. Qualquer escolha tem que ser bem conversada, pois tenho carinho pelos dois”, continua Troncoso.

Segundo ele, até existe chance da dupla fazer uma dobradinha, mas depende mais deles. “Não está descartado, mas eles precisam definir. Depende deles”, avalia esta opção.

Indefinição atrapalha?

Em relação aos adversários, ele crê já estar definido. “É o Thiago Mendonça (DEM), pelo que tenho visto. Pela imprensa, vi que o vice pode ser o Vinícius”, emenda.

Sobre a indefinição beneficiar os adversários – ou o adversário –, ele diz que não. Segundo ele a campanha ainda irá começar. “Começa, mesmo, agora. Antecipação que não é bom, ao meu ver. Momento é de agora pra frente.”

Já acerca da data da definição, Troncoso, tranquilo, diz que até 15 de agosto terá o nome. Questionado se haveria uma terceira opção, ele diz que 99% de chance de ser um dos dois (André e Tércio) a disputar o pleito.

Apesar de não ter batido o martelo, o prefeito Rogério confirmou que tem conversado o presidente do MDB, Daniel Vilela, sobre o nome de André. Já o adversário Tiago Mendonça conta com o apoio do governador Ronaldo Caiado (DEM).


Publicidade