BASTIDORES

Queda de braço entre primeira-dama e Lúcia Vânia desidrata secretária

Trabalho da ex-senadora estaria sem muito poder e ela isolada pelo governador


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 18/07/2020 às 11:29:55

(Fotos: Divulgação)
(Fotos: Divulgação)

A informação que circula no Palácio Pedro Ludovico é que a secretária de Desenvolvimento Social, Lúcia Vânia, está apagada e só não deixa o governo agora por causa da crise pandêmica no Estado. Apesar da pasta ser importante socialmente, o trabalho da ex-senadora estaria sem muito poder e ela isolada pelo governador Ronaldo Caiado (DEM). Lúcia era mais empoderada, de acordo com aliados da ex-senadora, nos governos de Marconi Perillo (PSDB).

Segundo relatos, existe uma “guerra fria” entre ela e a primeira-dama, Gracinha Caiado, que coordena o gabinete de políticas sociais. A justificativa que circula no centro administrativo é que com muito poder na Cidadania, Lúcia poderia apagar o trabalho social feito dela primeira-dama.

No ano passado, a nomeação da ex-aliada de Marconi à SEDs repercutiu mal entre alguns aliados de Caiado. Na Assembleia Legislativa, ela foi elogiada por parte da oposição, inclusive. O evento foi classificado como “tragédia política na base” pelo deputado Vinícius Cirqueira (Pros).

Resta saber até quando Lúcia, famosa por ser pulso firme na política, continuará sendo ofuscada no governo democrata.


Publicidade