GOIÂNIA

Projeto que devolve emprego a temporários da prefeitura pode ser votado na quarta

Desde abril sem salário, servidores devem retomar 50% da carga horário e receberão metade do salário


Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 16/06/2020 às 13:56:14

Plenário da Câmara Municipal de Goiânia (Foto: Divulgação)
Plenário da Câmara Municipal de Goiânia (Foto: Divulgação)

O presidente da Câmara Municipal, Romário Policarpo (Patriota), vai atuar para que o projeto de lei que reativa o contrato dos 3,1 mil trabalhadores temporários da prefeitura de Goiânia seja aprovado durante a sessão plenária remota desta quarta-feira (17). O projeto foi assinado na noite desta segunda-feira-feira (15) pelo prefeito Iris Rezende (MDB) e protocolado na Câmara Municipal na manhã de hoje.

Romário fez compromisso com o secretário de governo da Prefeitura, Paulo Ortegal, para que a matéria seja aprovada o mais rápido possível. A intenção dos dois Poderes é a de que os servidores, que estão sem receber salários desde abril, entrem na folha de pagamento de junho.

O projeto prevê a redução da jornada de trabalho dos servidores e o salário pago em 50% até as aulas voltarem ao normal. A previsão é de que essa medida dure por três meses – junho, julho e agosto. De acordo com a Secretaria de Saúde de Goiânia a previsão para o retorno das aulas é dia 31 de agosto, última segunda-feira do mês.


Publicidade