CORONAVÍRUS

Pandemia desempregou 16 mil só em Goiânia até maio, diz secretário

Mais de 190 mil goianos tiveram salários ou jornada de trabalho reduzidas, disse Fieg na mesma videoconferência


Alexandre Bittencourt
Do Mais Goiás | Em: 20/07/2020 às 15:41:35

Secretário Walison Moreira (Foto: Reprodução)
Secretário Walison Moreira (Foto: Reprodução)

O titular da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico de Goiânia (Sedetec), Walison Moreira, afirmou nesta segunda-feira, em uma videoconferência promovida pela Federação das Indústrias de Goiás, que a pandemia desempregou 16 mil trabalhadores em Goiânia até o mês de maio. O secretário frisou que são números preliminares. 

O diretor de Educação e Tecnologia do Sesi e Senai Goiás, Claudemir José Bonatto – a quem coube a missão de apresentar o programa de oferta de 21 mil bolsas gratuitas que a Fieg lançou hoje – disse que, por causa do coronavírus, mais de 190 mil goianos tiveram salários ou jornada de trabalho reduzidas. A geração de emprego é a menor desde 2004. 

Bonatto também apresentou dados que apontam para extinção de 19,1 mil vagas de emprego com carteira assinada (são números do Ministério do Trabalho). Esta foi a primeira vez em 17 anos que abril teve saldo negativo. 


Publicidade