GRUPO DE RISCO

Na quarentena, Iris, com 86 anos, tem se resguardado de aparições

Informação é de que prefeito tem acompanhado todos os desdobramentos da pandemia na capital e definido ações práticas da administração


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 21/03/2020 às 16:55:07
Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 21/03/2020 às 16:55:07
Samuel straioto
Do Mais Goiás | Em: 21/03/2020 às 16:55:07

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Os leitores do Mais Goiás têm questionado por onde anda o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), que não tem aparecido, desde a intensificação das medidas de isolamento, nem mesmo pelas redes sociais. A informação de sua assessoria de comunicação é de que o emedebista tem acompanhado todos os desdobramentos da pandemia na capital e definido ações práticas da administração, desde as medidas mais contundentes do Governo de Goiás sobre a quarentena.

Ainda de acordo com seus assessores, Iris está ligado a todas as decisões que são tomadas pela administração municipal. O prefeito tem 86 anos de idade, portanto, faz parte do grupo de risco. Esse também seria um dos motivos do isolamento, segundo apurado com fontes não oficiais.

Prova disso é que, nos gabinetes, as visitas têm sido restritas. Inclusive, publicamente ele se manifestou apenas em três oportunidades. A primeira antes da validade dos primeiros decretos do governador Ronaldo Caiado e da própria prefeitura, quando ele disse durante evento de entrega de veículos para conselhos tutelares que o Município tomava providências e que “Goiânia estava protegida por Deus”. No dia seguinte, quando voltou a comentar o assunto, concedeu a última entrevista coletiva, ao lado de Caiado no Paço Municipal. A ocasião era uma celebração ao Dia Mundial do Consumidor, organizada pelo Procon Goiânia.

Medidas

Segundo a assessoria municipal, toda a estrutura da Prefeitura está aos poucos se adequando para manter atendimento e ao mesmo tempo preservar servidores. “E tem a saúde, que se organiza e tem mais cobrança.” Ainda nesse fim de semana, algumas novas ações serão definidas e anunciadas pelo gestor, conforme apontado pela comunicação.

O Mais Goiás apurou que, de acordo com bastidores, o prefeito discorda de algumas ações governamentais, mas prefere seguir a linha adotada por Caiado. Desta forma, a crise tem sido direcionada à secretária de Saúde, Fátima Mrué. Foi informado, também, que as reuniões seguem a todo o vapor, internamente, entre os titulares das pastas.

A avaliação é que a prefeitura conseguiu antecipar algumas ações, por exemplo, do ponto de vista financeiro, com o decreto de contingenciamento. Mas Iris não fará exposições públicas como Caiado e deverá se manifestar o menos possível sobre o assunto.

Política

Segundo relatos, Iris até estava disposto a reabrir o escritório político dele na avenida T-9, no Setor Marista, durante o período de janela partidária, em que vereadores podem migrar de legenda, sem prejuízo dos mandatos. O prazo terminaria em 3 de abril, mas foi ampliado para o dia 30.

Destaca-se que o MDB recebeu três novos vereadores (Kleybe Morais, Anselmo Pereira e Carlin Café) o prefeito intentava fazer um evento público, no próprio escritório, com a filiação dos três parlamentares e participação de lideranças. Porém, no fim das contas, Iris recomendou a não realização da atividade da forma como estava prevista.


Publicidade