Polêmica

Lochte foi escondido e tarde

Nadador americano nos fez lembrar que não precisamos de pessoas como ele para nos arrumar mais problemas.


mgadmin
Do Mais Goiás | Em: 18/08/2016 às 21:07:12


Olha, seu nadador de pele e olhos claros da nação dita mais civilizada do mundo, o negócio é o seguinte. Já temos problemas demais. Não precisamos de vocês para criar confusão.

Se o Barack Obama não é lá essas coisas pra vocês, imagina se os norte-americanos tivessem o Eduardo Cunha e o Renan Calheiros comandando o Legislativo. Aliás, já que o Obama anda maia-boca, quase no fim da vida política, não dá pra trocar ele pelo Temer, assim, no pau?

Nas ruas, temos muita gente bandida mesmo. Dizem até que é por seguir maus exemplos que vem de cima. Ninguém precisa vir aqui inventar um roubinho mixuruca de alguns dólares e celulares. Aqui, os buracos são muito maiores, meu senhor.

Se não foi bem tratado por nosso povo, se o Phelps não deixou muita medalha pra vocês, se a comida não era do agrada ou a bebida não estava no ponto, tudo bem. Bastava apresentar reclamação. Por via diplomática ou não.

Em todo caso, sair do país às pressas foi o primeiro sinal da versão que se transformaria em verdade. Então, se é que tem tanta pressa assim, não precisa voltar. Aqui, a gente gosta de conviver com os outros e deixar saudade. Palavra que, não por acaso, não tem tradução na sua língua.

Por fim, não precisamos dos littles son of dad. Já temos os nossos. Nem sei se filhinho de papai se escreve assim. Você pode não acreditar, mas aqui temos muita gente que sempre teve tudo e ainda assim não conseguiu se estabelecer. Precisou roubar, mentir para tentar ser algo na vida. Que você não seja assim, rapaz de pele e olhos claros do país que se diz mais civilizado do mundo.


Publicidade