CORONAVÍRUS

Ismael Alexandrino acerta detalhes para abertura de hospital em Águas Lindas

Hospital atenderá pacientes com sintomas ou quadro confirmado de contaminação por coronavírus


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 02/06/2020 às 13:36:37

Secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino (Foto: Divulgação)
Secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino (Foto: Divulgação)

O secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, acerta detalhes para que, nesta próxima quarta-feira, dia 3 de junho, o Hospital de Campanha (HCamp) de Águas Lindas de Goiás tenha condições de começar a operar e atender pacientes da Covid-19 da Região do Entorno do Distrito Federal.

O anúncio foi feito pelo governador Ronaldo Caiado, na última segunda-feira, durante live realizada para as emissoras da Agência Brasil Central (ABC). A transmissão contou com a participação do presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Pedro Sales, e apresentação de Daniel de Paula.

O HCamp de Águas Lindas foi construído pelo governo federal e entregue ao Governo de Goiás. Caiado disse que vai convidar o ministro da Saúde. Eduardo Pazuello, e o presidente Jair Bolsonaro para participarem da inauguração do hospital de campanha. Mas antes mesmo que seja definida uma data para o evento, a unidade já irá receber pacientes acometidos da doença. O HCamp de Águas Lindas será o segundo público preparado para receber pessoas acometidas da doença provocada pelo novo coronavírus na região do Entorno do DF.

Confira outros trechos da live:

Covid-19

O governador Ronaldo Caiado apresentou os números da Covid-19 da última segunda-feira, dia primeiro de junho, em Goiás: 3.874 casos confirmados, outros 23 mil suspeitos e 127 óbitos. Entre as cidades com maior incidência de casos confirmados da doença estão Goiânia (1.724), Aparecida de Goiânia (421), Anápolis (155), Novo Gama (66), Padre Bernardo (47), Cidade Ocidental (24), Luziânia (76) e Valparaíso (131). Ele lamentou a morte do primeiro policial militar vítima da Covid-19 no Estado, o soldado PM Ubirajara Luís de Sales, de 37 anos. “O que significa que esse vírus não seja letal também para as pessoas mais jovens”, alertou.


Publicidade