ELEIÇÕES 2020

Iris entrega caminhões em ritmo de campanha

Ato teve foguetório e caminhada


Samuel straioto
Do Mais Goiás | Em: 06/08/2020 às 15:21:41

Iris em caminhada durante entrega de caminhões. Foto: Samuel Straioto.
Iris em caminhada durante entrega de caminhões. Foto: Samuel Straioto.

À medida que as eleições municipais se aproximam, aumenta a expectativa se Iris Rezende (MDB) vai ou não ser candidato a prefeito da capital. O gestor tem se esquivado do tema e ressaltado que “tudo tem o seu tempo”. Ao ser novamente questionado pelo Mais Goiás nesta quinta-feira (6), em tom de brincadeira ele disse que havia sido a terceira vez que a pergunta havia sido feita.

De fato, foi a terceira somente nesta semana. A pergunta foi feita após evento de entrega de caminhões e maquinários da Comurg. O ato não foi uma simples entrega e vale uma análise sobre o assunto.

Primeiro, vale um reforço na resposta do prefeito a reportagem. “Eu disse a você a duas vezes, vou dizer a terceira. Eu estou em tempo de administrar. Não estou em tempo, nem hora de política. Tudo tem o seu tempo. No momento certo, você vai observar as minhas razões e porque tenho respondido assim”, relatou.

A declaração foi dada após uma caminhada nas imediações do Paço Municipal. Caminhões, tratores e outros veículos foram estacionados em uma rua próxima à prefeitura, feita recentemente.

Funcionários ficaram enfileirados, de frente aos veículos. Outros empunhavam as novas roçadeiras, carrinhos para depositar o lixo e outros equipamentos. O prefeito chegou de carro por uma ponta da rua, foi descendo a pé a via. Na frente dele, um carro de som. O locutor empolgado anunciava com entusiasmo a entrega dos veículos.

Iris descia à rua, acenando para os trabalhadores da Comurg. A estrutura de apoio estava preocupada. Assessores temiam a aglomeração e a quantidade de pessoas em volta do prefeito. Eram muitos secretários, vereadores, líderes comunitários e outros políticos. Em outros tempos ele teria pegado na mão dos populares e abraçado. Desta vez, apenas um aceno à distância.

Já próximo a uma entrada do paço, o carro de som parou. Iris usou a palavra, falou sobre a recuperação da Comurg. Ao final, um grande foguetório. O prefeito concedeu uma rápida entrevista, com duas perguntas feitas apenas pelo Mais Goiás, sendo a última delas, aquela sobre o ritmo de campanha do início do texto.  Após a resposta, a dispersão da multidão e a certeza que houve um aquecimento para a disputa eleitoral.


Publicidade