Política

Governo não consegue vencer em Goiânia

Nion Albernaz, em 1988, foi a única candidatura vitoriosa do grupo do Palácio das Esmeraldas nas eleições de Goiânia.


mgadmin
Do Mais Goiás | Em: 27/07/2016 às 08:14:19


Sob a batuta do PMDB de Íris Rezende e aliados, aconteceu a única vitória do grupo político do governador em Goiânia. Em 85, ganhou Daniel Antônio, que era líder das pesquisas, quando foi convocado por Íris para sair do PDT. Topou, ganhou a eleição e caiu, entregando o mandato para o então interventor Joaquim Roriz. Em 88, Nion Albernaz derrotou Pedro Wilson, na única vitória do grupo peemdebista, enquanto estava no Palácio das Esmeraldas.

Em 92, Darci Accorsi, então no PT, bateu Sandro Mabel, em nova derrota governista. Em 96, foi Nion Albernaz, já no PSDB e na oposição ao governo, quem bateu Luiz Bittencourt.

No seu ciclo de poder, Marconi Perillo teve desempenho pior em Goiânia, apesar de ter vencido todas as disputas estaduais. Em 2000, os partidos da base tinham candidatos: Lúcia Vânia (PSDB), Sandes Júnior (PP), Marcelo Augusto (PFL) e Darci Accorsi (PTB). P PSDB ficou sozinho no primeiro turno e decidiu apoiar o petista Pedro Wilson no segundo turno contra Darci. Fracasso do grupo palaciano.

Em 2004, a base governista se dividiu com as candidaturas de Sandes Júnior (PP), Darci Accorsi (PL) e Rachel Azeredo (PFL). Acabou assistindo ao segundo turno entre Íris Rezende e Pedro Wilson.

2008 e 2012, nem segundo turno, com candidaturas que não pegaram. De Sandes Júnior e de Jovair Arantes.

Em 2016, a história vai se repetindo. São três candidaturas, nenhum conseguiu emplacar junto ao eleitor. O prazo final das convenções está chegando. O último argumento é dizer que eleitor goianiense não gosta do governo. É mais uma meia verdade, que esconde a incompetência de quem tinha obrigação de viabilizar uma candidatura para o seu grupo.


Publicidade