VÍDEO DO DIA DAS MÃES

Diferente de Bolsonaro, Damares pede afastamento por segurança

"Temos que ficar longe por segurança das próprias mamães", disse a ministra, em vídeo


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 10/05/2020 às 14:22:08

Ministra Damares (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Ministra Damares (Foto: Marcos Corrêa/PR)

“Temos que ficar longe por segurança das próprias mamães”, diz a ministra, Damares Alves. A titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos gravou um vídeo e divulgou em seu Twitter, no qual deseja um Dia das Feliz a todas. Vale destacar que o discurso vem contra as atitudes e o que vem pregando o líder do governo federal, Jair Bolsonaro.

Só nesta semana, o presidente já levou empresários em caminhada do Planalto ao Supremo Tribunal Federal (STF), a fim de pedir pela reabertura do comércio ao presidente da corte, Dias Toffoli; afirmou que, se dependesse dele, “grande parte já estaria trabalhando“; e disse que faria um churrasco para 30 pessoas – o que chamou de fake, posteriormente.

Recentemente, o presidente também ampliou a lista de serviços essenciais, em medida publicada em edição extra do Diário Oficial da União. “Tem decreto presidencial que definiu atividades essenciais, aquelas que não podem parar. Acabei de assinar decreto aqui colocando nesse rol de atividades essenciais a construção civil. Outras virão nas próximas horas ou nos próximos dias. O que não está no decreto e ficou decidido, segundo o Supremo Tribunal Federal, que estados e municípios diriam se poderiam ou não funcionar essas categorias”, disse à época.

Recado da ministra

A ministra Damares publicou o recado às mães do Brasil na neste domingo, em seu Twitter. Além de pedir o isolamento para preservar as donas da festa, ela também falou que a data seria diferente.

“Esse teremos um dia das mães diferentes. Por causa da necessidade de afastamento, será o primeiro Dia das Mães separadas das donas da festa”, reforça em trecho. Ainda na mensagem, Damares afirma que a pandemia irá passar e que ela acredita que falta pouco. “Quem puder, faça agora uma ligação, uma videochamada. Chega na porta de casa, chama, dá tchauzinho de longe.”

 


Publicidade