"SOMOS DA ROÇA"

Deputado Amauri Ribeiro grava vídeo com Caiado bebendo leite

Segundo parlamentar, intuito é estimular o consumo e os produtores. "Não tem nada a ver", diz sobre relação com neonazistas


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 01/06/2020 às 16:19:45

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O deputado estadual Amauri Ribeiro (Patriota) gravou um vídeo em que toma um copo de leite com o governador Ronaldo Caiado (DEM). A ação vem após um ato do presidente Bolsonaro (sem partido) em que ele ingeria a bebida pura em uma live, na quinta-feira (28), o que foi associado por diversos internautas como um gesto adotado por grupos neonazistas.

Segundo Amauri, “mais racista é quem tenta desestimular isso”. O Mais Goiás teve informações de que o deputado faria a gravação e que um secretário tentaria desestimular o vídeo, mas o parlamentar disse que não soube de nada disso. “Inclusive já gravamos o vídeo”, afirmou ao portal.

Amauri afirmou, ainda, que essa associação (com grupos neonazistas) é absurda, “coisa de quem não tem o que fazer”. “Nós somos da roça, Caiado é produtor rural.”

Ainda de acordo com ele, é bebedor de leite desde sempre. “Se eu for apanhar porque bebo leite… Não tem nada a ver.” Ele disse, inclusive, que ficou sabendo dessa relação junto com o governador, na sala dele. “Achamos um absurdo.”

Relação

Na última quinta-feira, durante uma live, Bolsonaro bebeu um copo de leite. Segundo ele, o ato era parte de um desafio da Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite), com o intuito de incentivar a indústria leiteira.
Alguns internautas, porém, afirmaram que isso tinha relação com uma prática de grupos de supremacia branca – que acreditam na superioridade da raça caucasiana em detrimento da soutras. Segundo apontaram, beber leite em vídeos teria se tornado um símbolo de tal supremacia racial.

Para alguns internautas, isso teria sido uma mensagem subliminar do presidente em prol da supremacia branca, ou seja, Bolsonaro acreditaria na superioridade da raça caucasiana em detrimento das outras. Isso porque diversos movimentos neonazistas têm adotado a prática de tomar leite em vídeos como um símbolo da tal supremacia racial.

Amauri reafirma: “Não tem nada a ver. Querem bater no Bolsonaro, escolham outra coisa.”

Caiado e Bolsonaro

Amauri aproveitou a ocasião para dizer que Caiado e o presidente mantém boa relação. “Inclusive, Caiado vai a Brasília amanhã (terça-feira, 2), falar com alguns ministros”, afirmou sem detalhar.

Segundo deputado estadual, Bolsonaro gosta do governador de Goiás. “Eles têm mais ou menos o mesmo perfil.”


Publicidade