JUSTIÇA

Baldy recorre ao STF após prisão considerada “arbitrária”

Ex-deputado federal por Goiás foi preso por ordem do juiz Marcelo Bretas


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 07/08/2020 às 18:07:29

Ex-deputado Alexandre Baldy (Foto: Divulgação)
Ex-deputado Alexandre Baldy (Foto: Divulgação)

O secretário estadual licenciado de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (7/8), após sua prisão temporária na Operação Dardanários, desdobramento da Lava Jato.

Por meio de sua defesa, Baldy protocolou reclamação contra a decisão do juiz federal Marcelo Bretas, responsável pela operação no Rio de Janeiro. Segundo os advogados, o teor da reclamação não pode ser divulgado devido ao sigilo.

A defesa considera a prisão do secretário “arbitrária”.


Publicidade