vini test
Profissão

Comunicação profissional para a carreira do futuro

Desenvolver a forma de se comunicar é uma exigência para o sucesso da carreira do amanhã


Maraisa Lima
Do Mais Goiás | Em: 11/09/2019 às 14:44:08

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Mesmo com a incerteza que paira sobre qual profissão terá destaque no futuro, já posso adiantar que toda pessoa que busca sucesso terá de cuidar da sua comunicação profissional.

Hoje, é comum surgir uma pergunta recorrente sobre o tema: Como será o mercado de trabalho do amanhã? Esse é um questionamento que provoca nas pessoas uma mistura de ansiedade e entusiasmo em relação ao futuro das profissões.

Não temos muita certeza sobre qual será o modelo de trabalho dos próximos anos, tampouco que carreiras exatamente se destacarão. Especialistas na área organizacional preferem falar em competências do futuro em vez de em que profissões cada segmento atuará.

Ano após ano, publicações especializadas abordam quais serão as carreiras do futuro e muitas tratam de empregos que desaparecerão, assim como desapareceram no passado as telefonistas, o vendedor de porta em porta, o profissional que acendia e apagava as lâmpadas públicas, datilógrafos etc.

Outras profissões caminham na corda bamba do esquecimento: ascensorista (ou operador de elevador) e profissionais de call centers, por exemplo. Além dessas, outras carreiras tradicionalmente importantes se veem “ameaçadas” pela inteligência artificial, como é o caso de alguns ramos de atuação do Direito e até da Medicina.

O fato é que há muita incerteza em relação sobre o que devemos fazer hoje para termos um bom desempenho profissional no futuro, a ponto de não sermos substituídos, seja por outros profissionais mais bem preparados ou por robôs.

Gosto de pensar que a dinâmica das profissões vai deixando pistas que as pessoas podem capturar se estiverem atentas às tendências com um interesse sincero em agregar valor a uma real necessidade do mercado.

 “O que o mercado espera de você?”

Numa palestra promovida pela Google, cujo modelo de gestão de pessoas povoa o imaginário profissional por ser um ambiente agradável, propício à criatividade, inovação, em que o que se espera dos colaboradores, muito além das obrigações tradicionais de chegar no horário e bater ponto, é a entrega de soluções para seus clientes, os facilitadores encerram com uma pergunta: “o que o mercado espera de você?”

Como sugestão, para profissionais de Marketing e Comunicação, a resposta tocou em quatro pontos cruciais:

1 – Conhecimento na área de Marketing Digital, AdWords e Analytics;

2 – Ferramentas: Ter habilidade para usar aplicativos e ferramentas digitais na área de atuação escolhida;

3 – Experiência

4 – Atitudes como empreender, ser adaptável, otimista e estar pronto para escutar e aprender.

Imagem: Reprodução Palestra “Cresça com o Google”

Podemos perceber que as recomendações são uma releitura do conceito de CHA da Gestão de Pessoas. Ou seja, o profissional ideal é aquele desenvolve-se em termos de Conhecimento, Habilidades e Atitudes. Alguns especialistas em RH acrescentem um R ao CHA, fazendo menção à necessidade de gerar Resultados.

Comunicação Profissional é mesmo importante?

Nesse cenário, é fundamental desenvolver agora competências que certamente farão diferença na carreira do futuro, como é o caso da comunicação profissional, seja ela escrita ou falada.

Esse é um diferencial ainda muito negligenciado por milhares pessoas que estão no mercado de trabalho.

Se tivessem consciência sobre o valor das oportunidades geradas por quem escreve e se expressa bem, certamente esses profissionais traçariam sua carreira usando a comunicação como uma ponte para alcançar novas experiências.

Você tem ideia de quanto a habilidade de comunicação contribui para o posicionamento de sua carreira? Este não é um post de vendas, embora eu acredite que “vender” uma boa imagem profissional seja uma ação muito importante nos dias atuais.

Mas, para ser visto como um comunicador assertivo – aquele que alcança os resultados desejados – você precisa ir além de apenas se autopromover.

Nesse processo de sair da zona de conforto, quando o assunto é comunicação, a grande dificuldade das pessoas é justamente mudar o modelo mental em relação ao desenvolvimento da própria habilidade de se comunicar com eficácia.

Por ser uma habilidade que já nasce com o ser humano e que naturalmente se desenvolver no convívio com outras pessoas, a comunicação em diversas esferas apresenta um caráter muito intuitivo e, por vezes, até irracional, no sentido de que muitos profissionais não pensam estratégias para atingir um público-alvo específico, não planejam o conteúdo, e muito menos elegem o melhor canal para transmitir uma mensagem eficaz.

É claro que um bom profissional precisa ter conhecimentos técnicos e uma série de competências para desempenhar suas funções.

Mas, sem se comunicar bem, é muito difícil que prospere na carreira, exceto em postos de trabalho em que não haja necessidade relacionamento com outros seres humanos. Do contrário, a grande maioria das pessoas precisa saber lidar com gente!

No senso comum, lidar com gente é conversar, sair para um encontro de negócios, bater papo com colegas de trabalho no cafezinho.

Não se trata apenas disso, mas lidar com pessoas está relacionado a saber usar técnicas de empatia numa conversa difícil; desenvolver a escuta genuína em situações corriqueiras, a usar perguntas de esclarecimento para elucidar informações cruciais, ter um bom Português etc.

Enfim, ser uma pessoa que constrói sua carreira de maneira planejada e consciente usando sua comunicação.

Norm Fjeldheim, CIO da Qualcomm – empresa americana reconhecida mundialmente na área de tecnologia e inovação – é enfático ao alertar sobre a importância da comunicação para a carreira:

“Mesmo que você tenha um ótimo conhecimento técnico, sua carreira não avançará se não souber se comunicar. Na verdade, quanto maior sua habilidade de comunicação, mais longe você irá. Embora a tecnologia mude com o tempo, saber se comunicar bem sempre será valioso.”

Que ações posso desenvolver?

De acordo com um estudo da Office Team, a tecnologia expõe a capacidade de comunicação das pessoas. Um e-mail, por exemplo, pode dar uma visibilidade em proporções virais a um remetente desatento. Da mesma maneira, mensagens de áudio e vídeo, usadas a todo instante, revelam o quanto o usuário sabe se comunicar.

Entretanto, existem práticas simples, e ao mesmo tempo eficazes, na hora de enviar uma mensagem a alguém:

  • Pensar em como atingir aquela pessoa e receber uma resposta favorável;
  • Perguntar a si mesmo se não seria melhor falar pessoalmente, dependendo do assunto;
  • Reler o texto pelo menos duas vezes para “enxugar” as palavras e verificar realmente se o conteúdo está claro, bem escrito e se surtirá o efeito desejado!

Por fim, não custa lembrar: a comunicação tem tudo a ver com a sua carreira, independente da empresa em que atua ou do cargo que ocupa. E mais! É a partir dessa habilidade que as pessoas vão avaliar se você é ou não um profissional de sucesso no mercado de trabalho.

Tópicos

Publicidade