Eleições 2020

Serpes mostra que Vanderlan tem baita desafio pela frente

Números colocam campanha de senador em situação delicada


Pablo Kossa
Do Mais Goiás | Em: 23/11/2020 às 12:36:05

Maguito Vilela e Vanderlan Cardoso (Foto: Reprodução)
Maguito Vilela e Vanderlan Cardoso (Foto: Reprodução)

Não foram bons os números divulgados hoje pela pesquisa Serpes/O Popular para Vanderlan Cardoso. O senador está muito atrás de seu oponente e nada indica que a virada está no horizonte. Ela pode vir a ocorrer? É claro que sim. É provável? A evolução dos números mostra que não.

A estratégia de trazer a saúde de Maguito Vilela para o centro do debate eleitoral foi bem-sucedida. De fato, após as cobranças do pessedista por maior transparência, os boletins médicos do emedebista passaram a ser divulgados diariamente. Além disso, a imprensa também está mais atenta e repercutindo melhor o que acontece no Hospital Albert Einsten em São Paulo.    

Contudo, a exitosa estratégia não se reverteu em ganho de intenção de votos para Vanderlan. As pessoas estão debatendo mais a saúde de Maguito e, mesmo assim, o preferem para a prefeitura de Goiânia preterindo o senador.

Os números levantados na pesquisa espontânea comprovam o quão grave é a situação política de Vanderlan. O Serpes aponta que 42,3% dos eleitores dizem que votarão em Maguito sem serem estimulados. Um voto cristalizado, que já está na cabeça do eleitor. Algo muito difícil de ser revertido.

A rejeição dos dois candidatos é baixa, não é isso que impede Vanderlan de crescer. O problema do senador não é esse.

Aparentemente, o goianiense acredita na recuperação de Maguito e confia no projeto de continuidade do MDB para Goiânia.

Faltam seis dias para irmos novamente às urnas. A campanha de Vanderlan tem que inventar algo, sacudir a opinião pública com algum fato, tirar um coelho da cartola para evitar a derrota que se aproxima no domingo.

Será que esse coelho existe?


Publicidade