Kossa Aqui
Do Mais Goiás

Os profissionais da lorota

Mentiras contumazes do bolsonarismo qualificou séquito de presidente no hábito de faltar com a verdade

Ernesto sabia atuar de forma técnica, mas optou por ideologizar pasta, diz jurista
Ex-chanceler Ernesto Araújo (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasila)

Nada como a rotina para aperfeiçoar um hábito. Um tantinho de vocação ajuda, é verdade. Mas a prática é essencial para se tornar um ás. Dizem que o Zico ficava batendo faltas e mais faltas quando terminava os treinos do Flamengo para se aprimorar nas cobranças. Michael Jordan dizia que quanto mais ele treinava mais sorte tinha nos jogos. Thomas Edson dizia que talento é um percentual mínimo de inspiração e muito mais transpiração. O bolsonarismo leva a sério esse preceito de repetir e treinar algo para se tornar um especialista. Mentem tanto quanto podem. E é preciso reconhecer o resultado: ninguém mente com mais competência que o entourage de Jair Bolsonaro.

Veja o depoimento de Ernesto Araújo à CPI. O cara é um craque da mentira. Falta com a verdade sem enrubescer a face. Coisa de profissional. Os senadores buscam suas falas antigas desqualificando a China, mostram que ele teceu loas à cloroquina, provam por A mais B toda a incompetência da triste figura frente ao ministério que comandou. Mas nada disso o abala. Ele sabe o jogar o jogo.

Incautos cairão na qualidade interpretativa de Ernesto Araújo. Um mentiroso profissional sabe jogar o jogo, meu filho. O ex-chanceler é profissa demais. Dá uma gaguejada aqui, uma pensada acolá, parece que vai se enrolar. Mas que nada. Ignora os fatos com maestria, nega tudo o que disse, se sobrepõe aos fatos documentados, finge que não ouviu os questionamentos levantados pelos parlamentares e, com toda categoria que só um craque da lorota tem, diz novamente o que sabemos não ser verdade.

O bolsonarismo é uma seleção de mentirosos. Só amadores e neófitos como o general Eduardo Pazuello recorrem ao STF para ficar em silêncio. Um dia ele aprende. Profissionais como Ernesto Araújo não precisam disso. Mentem com uma naturalidade que dá orgulho no grande mestre da turma, Jair Bolsonaro.

Os senadores estão embasbacados com o talento e cara-de-pau dessa rapaziada. Só isso explica eles ainda não terem dado voz de prisão a algum desses mentirosos da CPI. Mas vai que uma hora um sai de cena direto para o xadrez, hein?

@pablokossa/Mais Goiás | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil