Kossa Aqui
Pablo Kossa
Do Mais Goiás

Luiza Trajano é digna de muito respeito

Postura de empresária de responsabilidade social merece elogios

Luiza Trajano da Magazine Luiza

“Você está procurando sarna para se coçar!”. Nunca me esqueci da primeira vez em que ouvi essa expressão. Foi minha avó quem me falou. Um conselho tenro e verdadeiro, daqueles que somente uma avó pode oferecer. Não dei atenção e continuei irritando o cachorro de um vizinho que estava solto na rua. Eu me lasquei, é claro. O bicho avançou e só não me machucou pois não tinha porte para tanto. Depois dessa lição de vida, nunca mais quis procurar sarna para me coçar. Mas não deixo de observar quem procura. Principalmente aqueles que procuram as sarnas das causas corretas. É o caso de Luiza Trajano.

A empresária do Magazine Luiza lançou ontem uma campanha ousada. Ela encabeça um movimento que visa conscientizar a população acerca da vacinação e almeja envolver a iniciativa privada para que consigamos vacinar todos brasileiros até setembro.

A iniciativa chama-se Unidos pela Vacina e é coordenada pelo Grupo Mulheres do Brasil. A ideia é oferecer estrutura para que o SUS adquira insumos para a fabricação de vacinas e aquisição de agulhas e seringas. Além disso, visa ofertar logística para o transporte e aplicação das doses. Onde existirem gargalos ao serviço público de Saúde, esse grupo estará com sua estrutura para destravar o processo.

Algo admirável.

Ela procura sarna para se coçar pois não precisaria estar nessa. Quem acompanha o mercado financeiro sabe da potência que é o Magazine Luiza. Poderia estar ganhando seu justo e honesto dinheiro, lavar as mãos e vida que segue. Mas não. Opta por se posicionar, entrar no jogo, tomar porrada e fazer o que acredita.

Seja com ações afirmativas para aumentar a representatividade de negros em suas empresas, seja para agilizar a vacinação de todos os brasileiros. Trajano procura sarna para se coçar em prol das causas que acredita.

Enquanto uns empresários se contentam com posturas caricatas de rede social macaqueando Nova Iorque em suas lojas, outros trabalham pelo coletivo.

Luiza Trajano tem meu respeito. E eu sou fã do Zé Carioca – no gibi, é claro.

@pablokossa/Mais Goiás | Foto: commons.wikipedia.org