Kossa Aqui
Pablo Kossa
Do Mais Goiás

Carta aberta ao vereador Cabo Senna

Texto extensivo às mais de 243 mil famílias que perderam entes queridos

O vereador por Goiânia, Cabo Senna (Patriota), perdeu a mãe e o irmão, ambos vítimas da Covid-19. (Foto: reprodução/redes sociais)
O vereador por Goiânia, Cabo Senna (Patriota), perdeu a mãe e o irmão, ambos vítimas da Covid-19. (Foto: reprodução/redes sociais)

Prezado vereador Cabo Senna,

Não sei quando essas letras chegarão aos seus olhos, mas, no momento em que isso acontecer, quero que o senhor as receba como um abraço. Nesses tempos trágicos que vivemos, é a forma correta e cientificamente indicada para lhe prestar minhas mais sinceras condolências.

Abraços à distância. Cumprimentos à distância. Manifestações de carinho à distância. Tudo muito diferente do jeito caloroso que nós, brasileiros, fomos criados. Totalmente fora de nossa cultura. Mas, por ora, é o que posso fazer para demonstrar meu respeito e empatia para com o que o senhor passa.

A dor de perdas tão caras e em tão curto espaço de tempo é infinita, imagino. Perder mãe, pai e irmão motivados pela mesma doença é devastador. Não viver o luto cercado de todos que lhe prezam, Cabo Senna, eleva essa tragédia ao quadrado. E tem paralelo com o que também passa mais de 243 mil famílias brasileiras nesse exato momento.

O que vivemos com a covid-19 no mundo tem raros paralelos na história da humanidade. Desde que descemos da árvore e nos colocamos como espécie hegemônica no planeta, sabemos que essa imposição frente outros seres custaria algo. De tempos em tempos, um microrganismo nos lembra que somos parte de algo maior, interconectado, que desenvolve relações de mutualismo, cooperativismo, parasitismo… O ser humano sempre conseguiu vencer. Mas isso não é de graça. E precisamos minimizar as perdas ao longo do caminho.

Que cada vez mais líderes se sensibilizes da necessidade de investir em ciência para evitar novas tragédias globais. Que a empatia com o próximo seja demonstrada com o uso de máscaras corretas. Que a população compreenda que o vírus é cabotino e nos pega quando baixamos a guarda. Que o combate ao desequilíbrio ecológico se transforme em pauta global.

Mais uma vez, receba meus sinceros sentimentos. Deixo o mesmo pesar ao vereador Lucas Kitão, que também perdeu o pai recentemente por covid-19. E a todos que choraram por entes queridos devido ao coronavírus.

Com respeito e afeto,

Pablo Kossa

@pablokossa/Mais Goiás | Foto: reprodução/redes sociais